[PRIMEIROS PASSOS] The animals are mad (14/08)

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[PRIMEIROS PASSOS] The animals are mad (14/08)

Mensagem por Éris em Dom Mar 08, 2015 8:20 pm

Relembrando a primeira mensagem :

1. narração


No dia anterior Cruella havia sido reclamada, e seus irmãos acabaram querendo comemorar tal fato. Apesar da situação do acampamento os filhos de Dionísio não se deixavam abater tão fácil por coisas assim. Ela, seus irmãos e outros semideuses festejaram a noite (e madrugada) toda, e quando o dia raiou e todos começaram as atividades a ruiva percebeu o quão perdida estava. Cruella estava no chalé de Nêmesis, onde apenas três residiam. Um garoto dormia ao seu lado quando uma semideusa de cabelos vermelhos o tentou acordar.

Sawyer já estava de saco cheio do irmão levando meninas para o chalé o tempo todo, ela havia jurado que aquela seria a última vez. Depois de acordá-lo ela jogou as roupas da menina que estava ao lado dele para a dita cuja. Estava prestes à sair do chalé quando alguma coisa atingiu o vidro da janela. As garotas teriam ignorado aquilo caso não se repetisse mais três vezes. Quatro. Cinco. Seis... Quando deram por si, objetos negros atingiam todas as janelas; um, porém a atravessou, quebrando o vidro e adentram o quarto em espasmos: um corvo. As garotas saíram do chalé correndo, vários corvos "suícidas" sobrevoavam aquela área. As duas partiram para a Casa Grande para saber o que diabos estava acontecendo.

Não muito longe da "chuva de corvos", outra coisa estranha começou a acontecer. Annie, que treinava na arena dando uma surra em um indefinido, ouviu um rosnado, depois outro, e mais outro e mais outro. Animais de diversos semideuses que treinavam com eles começaram a parecer hostis ou extremamente cansados. Um sátiro chamara por ela naquele momento, pedindo para que ela fosse ver Quíron.

Fiona, reclamada naquela mesma manhã, não poderia ter escolhido um pior dia para ir aos estábulos dar banho em um pégasus. Eles pareciam hostis e quando tentou tocar em um deles quase levou um coice. Eles normalmente não a tratavam assim, e nem ninguém. Até filhos de Poseidon pareciam estar tendo problemas com eles. Um filho de Despina veterano pediu que ela relatasse sobre isso à Quíron.

{ . . . }

Quíron montou grupos para determinar o motivo da agitação dos animais. As quatro – Cruella, Sawyer, Annie e Fiona – ficaram com a tarefa de falar com o Oráculo Rachel, que havia ido na floresta naquela manhã para tentar descobrir mais sobre a estiagem que o acampamento sofria.

2. situação


Cruella
PV - 240/240
PR - 240/240
PM - 240/240
OBS.: -

Annie
PV - 200/200
PR - 200/200
PM - 200/200
OBS.: -

Sawyer
PV - 140/140
PR - 140/140
PM - 140/140
OBS.: -

Fiona
PV - 160/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: -


3. off-game


- Narrem tudo que eu citei. O post de vocês deve terminar com vocês na floresta procurando por Rachel. NÃO digam que a encontraram.

- Cada um de vocês tem até segunda às 22 horas para postar, mas espero que o façam antes.

- Não há ordem de postagem, mas aquele que não postar terá sua vez pulada e sofrerá punição.

- Todo poder passivo deve ser posto em spoiler no fim do post, sempre que entrarem em combate é permitido usar apenas 3 ativos por turno. Todas as armas que estão sendo carregadas devem ser citadas em spoiler no fim do primeiro post ou serão desconsideradas.

– Descontarei por offagem e certeza de acertos, amores, então cuidado com essas coisas.

- Boa sorte, dúvidas por MP ou contato pessoal (facebook/skype).

a
n
i
m
a
l
s


Última edição por Éris em Seg Mar 09, 2015 1:38 pm, editado 1 vez(es)
Deuses
Deuses
avatar
Éris

Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: [PRIMEIROS PASSOS] The animals are mad (14/08)

Mensagem por Annie Schweitzer Löwin em Seg Mar 23, 2015 10:35 pm

O desgraçado ainda conseguira reunir alguma força em sua insignificante existência. O monstro ridículo com a camiseta dos Ursinhos Carinhosos atingira meu corpo com sua última orbe. Se eu não tivesse uma armadura, provavelmente teria tido uma lesão muito mais grave. Mas a única coisa que eu conhecia naquele momento era a dor. Meu corpo já não respondia mais aos meus atos, por mais que eu quisesse continuar lutando. Não sentia nada sangrar, porém podia jurar que meus músculos estavam sentindo a consequência do impacto.

A filha de Nêmesis parecia preocupada com o que havia ocorrido comigo, tanto que me levara para algum lugar longe da batalha. Parecia que me arrastava para algum lugar, e eu apenas segui seus comandos sem nem ao menos ver. Parecia estar enxergando tudo em vermelho, tendo em vista a dor que meu corpo ainda sentia. Trinquei os dentes o máximo que eu podia para não deixar o meu grito escapar. Estava tentando usar a dor como uma motivação para a raiva. Talvez a raiva me servisse de alguma coisa nos próximos momentos. Sawyer me deixara com alguém, porém eu não fazia ideia de quem era. Se estava ou não em combate. Não sei quanto tempo levou. Eu havia contado segundos até conseguir isolar um pouco da dor e canalizá-la como algum tipo de força à mais para prosseguir com a batalha que começamos.

Levantei-me ao lado de Cruella e percebi tempo suficiente que minha lança parecia carregar algum tipo de energia a mais. Depois de meu sucesso ao atingir Ursinhos Carinhosos, minha arma celestial estava banhada em sangue. Sangue negro do inimigo, porém ainda sim era algo que dava muito mais poder e força ao presente que meu pai havia me dado. Sabia que era algo limitado, poderia não ser o golpe de misericórdia de Miss Oklahoma. Contudo eu não podia deixar a dor impedir-me de utilizar dessa oportunidade. A esfera do inimigo me atingira fortemente nas costas me tirara o ar. Tive de respirar profundamente várias vezes até me recuperar, sentindo meu pulmão recuperar seu ritmo aos poucos. Meu peito subia e descia com firmeza e determinação. Durante esse precedimento, arrastei-me para longe de Cruella e ia para a traseira de Miss Oklahoma, que se mantinha ocupada com a minha colega.

Quando me coloquei exatamente onde pretendia estar, usurpei de minha lança como um tipo de apoio na grama do bosque e levantei-me de meu lugar. A única coisa que me ocorreu foi firmar os meus antebraços, fazendo o mesmo com meus dedos em volta de minha lança banhada em sangue de monstro e meus pés no solo. Sem nenhum tipo de piedade e sem refrear meu ato, ergui minha lança o tanto que minha força permitia que eu fizesse e fiz a tentativa de cravar a minha lança na lateral da cabeça de Miss Oklahoma, com a intenção de deixá-la atravessada bem no ponto em que se encontrava o que poderiam ser os miolos do humanoide.

(OBS OFF: Utilizando a propriedade da lança sanguinária que se dá ao poder que ela recebe quando banhada com o sangue fresco do inimigo, tornando o único golpe indefensável. No caso, Ursinhos Carinhosos, no turno anterior.)

PODERES:
PASSIVO: [Nível 03] Força Descomunal – O filho de Ares possui uma força muito grande, poderá carregar peso com muita facilidade, utilizar armas pesadas, entre outras coisas.
[Nível 05] Temperamento Furioso – O filho de Ares estressa com qualquer coisa que vá contra seu pensamento e qualquer decepção é algo digno de explosões. Ele sente como se o sangue estivesse fervendo e seus ataques serão mais brutais e fortes, portanto, poderá acarretar maior dano.
[Nível 06] Maestria com Lanças – O filho de Ares possui certa facilidade em manejar qualquer tipo de lança, seus movimentos são mais certeiros.

ATIVO: Nenhum utilizado.

ARMAS:
• Lança Sanguinária [Bronze Celestial // Com um metro e oitenta de altura, a lança é totalmente forjada em bronze celestial. Quando banhada em sangue fresco de um inimigo, em um golpe dado no turno anterior, ou mais cedo nesse mesmo turno, obrigatoriamente o próximo golpe se tornará indefensável. Se estiver banhada em sangue, a lança também é capaz de cortar através de qualquer magia ofensiva ou defensiva, ambas as habilidades podem ser usadas apenas uma vez por missão // Presente de reclamação de Ares].

• Couraça Mágica [Bronze Celestial // O peitoral de uma armadura forjado em bronze celestial e tingido de vermelho sangue, tornando-se um broche da mesma cor em formato de lanças cruzadas quando não está em uso. Possui a habilidade de refletir de volta no inimigo 10% de todo o dano físico que recebe enquanto a couraça está ativada // Presente de reclamação de Ares].
Progênie de Ares
Progênie de Ares
avatar
Annie Schweitzer Löwin
Título : Novato
Fama : +4

Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
310/340  (310/340)
PM:
330/340  (330/340)
PR:
334/340  (334/340)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] The animals are mad (14/08)

Mensagem por Cruella Montecarllo em Seg Mar 23, 2015 10:59 pm


forget it, it's too dangerous. i can't lose you too, okay?
It's worth the risk. I was being weak, love is weakness.
Aquele monstro era mais durão do que eu pensava. Acabara com minhas videiras em um piscar de olhos como se não fossem nada, tsc. Okay, não irei entrar em desespero. Porém, algo de inesperado acontecera. A outra ruiva e a morena corriam em minha direção como se estivessem fugindo de algo, provavelmente do outro monstro.

Retirei da minha cabeça os óculos ray-ban que transformou-se em uma máscara de bronze celestial em forma da máscara teatral grega que representa o drama, ou a tristeza. A coloquei em meu rosto e virei meu olhar para Miss Oklahoma 1989, com o intuito de causar-lhe alucinações. Usando meus talentos teatrais, comecei a chorar diante da criatura.

Não nos machuque, só queríamos encontrar alguém. —disse a Miss Oklahoma, engolindo em seco. — Somos boas garotas e vocês também são criaturas boas, deixe-nos em paz. Largue esses orbes, vai. — continuei.

Ações:
Usando a máscara de bronze que ganhei de Dionísio, tentei criar alucinações em Miss Oklahoma e usei a habilidade passiva "Ator" para tentar convence-lo a hesitar ao nos atacar.

Habilidades:
Passivos:
[Nível 01] Consciência Permanente – Os filhos de Dionísio bebem com muita maestria, apesar de logo se embebedarem. Seu corpo reage perfeitamente bem à bebidas e vícios, não deixando efeitos colaterais malignos e os mantendo conscientes de seus atos mesmo diante da mais louca das alucinações.

[Nível 03] Ambidestro – Os filhos de Dionísio se mostram extremamente habilidosos ao manusear armas e outros itens com ambas as mãos, uma perícia que em muito os ajuda em combates e outras situações.

[Nível 05] Ator – Extremamente habilidosos nas artes teatrais, os filhos de Dionísio são atores profissionais e perfeitos por natureza, sendo capazes de interpretar papéis e convencer pessoas de suas próprias verdades.

[Nível 06] Telepatia Felina – Por ter um felino como símbolo animal de seu pai, Dionísio, os semideuses são capazes de se comunicar telepaticamente com qualquer felino que encontrem, mesmo que não exerçam domínio sobre este.

[Nível 07] Loucura Interior – Os filhos de Dionísio são conhecedores profundo da Loucura e de suas vertentes. Possuem um dom natural para compreender e manipular qualquer ramo que envolva truques e travessuras mentais.

Ativos:
--


Armamento:
• Florete Vinícola [Bronze Celestial // Um florete simples em bronze celestial que é capaz de se disfarçar em forma de uma mini garrafa de vinho, pequena o suficiente para ser levada no bolso. Sempre que atinge o alvo diretamente na pele, transmite pequenas substâncias alcóolicas que deixam o inimigo gradativamente bêbado, diminuindo reflexos, coordenação motora e retardando suas reações e movimentos // Presente de reclamação de Dionísio].

• Máscara Teatral [Bronze Celestial // Uma máscara de bronze celestial em forma da máscara teatral grega que representa o drama, ou a tristeza, que se torna um óculos ray-ban quando não está em uso. Possui a habilidade de causar alucinações em quem a olha, fazendo com que o inimigo veja vultos e imagens falsas que são geradas pela mente em princípio de loucura. Poderes de influência mental ou sentimental usados após o efeito da máscara serão potencializados // Presente de reclamação de Dionísio].


THIS IS WHAT REAL LIFE TASTES LIKE. SO OPEN YOUR EYES AND DIVE RIGHT IN. YOU KNOW YOU'VE NEVER SEEN A LOVE LIKE THIS... BURIED INSIDE WHERE I CAN'T SEE. THROUGH THESE BARS MY FUTURE LIES. YOU LOVE THIS LIFE, BUT NOT THROUGH MY EYES. WHERE I CAN'T SEE OUR TIME IS UP, NO NOT THAT!
Progênie de Dionísio
Progênie de Dionísio
avatar
Cruella Montecarllo
Título : Novato
Fama : +3

Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
580/580  (580/580)
PM:
580/580  (580/580)
PR:
580/580  (580/580)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] The animals are mad (14/08)

Mensagem por Gaia em Ter Mar 24, 2015 10:52 pm

1. Narração

Um combo indefensável, por assim dizer, fora o que as três meninas fizeram. Primeiramente, Cruella utilizou de sua máscara encantada, que fez com que o humanoide tivesse alucinações diversas e hesitasse diante à um próximo ataque, que poderia ter feito, se não fosse interrompido por uma lâmina bem próxima ao seu pescoço.

Miss Oklahoma obedeceu ao comando, aparentemente, e logo Annie aproximava-se com seu golpe fatal e indefensável. Ao mesmo momento, a filha de Nêmesis e a de Ares atacaram-no. A espada da primeira perfurou a traqueia do conjurador, enquanto a lança perfurava a lateral de sua cabeça. Estranhamente, ele não explodiu em pó, apenas caiu ao chão com sangue preto escorrendo de seus ferimentos graves. Morto, enfim.

Uma risada um tanto maquiavélica se fez presente por entre as árvores e logo um garoto, vestindo uma capa negra e segurando uma espécie de cetro apareceu, fitando-as.

- Garotas boas ou más, não deviam ter mexido na minha horta. – Explicou, e então, com um estalar de dedos, fez com que todas as quatro desmaiassem. – Esse não é o lugar ideal para minha plantação. – Murmurou para as semideusas inconsciente, enquanto aproximava e tocava a arma na terra em que Fiona encontrava-se.

De repente, a horta desapareceu e com isso, os planos do feiticeiro também. Seria filho de Hécate? Bom, uma coisa elas sabiam, aquele conflito todo era por culpa dele.

2. Avaliação


A avaliação em relação a experiência será feita individualmente, enquanto quê a relacionada aos dracmas será feita em conjunto.

(+50 xp para todas por mudança de título indefinido > novato)

2.1. Avaliação Individual



Cruella – Narração muito divertida, que faz com que o leitor tenha um gostinho de quero mais. Coerente em questão textual, porém, na batalhas, às vezes falhou um pouco. Procure pensar melhor sobre os movimentos acessíveis de Cruella em um embate físico. Gramática e português, não há reclamações. Enredo envolvente, mas espero mais criatividade na hora de pensar suas estratégias, você pode fazer muito mais do que isso, querida, isso eu te garanto.

Coerência T: 100/100
Coerência B: 85/100
Gramática/Português: 40/40
Objetividade: 35/40
Enredo/Criatividade: 90/120
Recompensa: 350 de experiência (3 níveis + 50 de xp) + 150 dracmas + 3 pontos de fama.


Sawyer – Narração com um vocábulo muito pesado, até mesmo para mim, que faço direito. Tente ser mais objetiva, simples, isso poderá facilitar muito para o seu leitor, que encontra dificuldade em compreender seus movimentos. Isso levou a alguns descontos na coerência textual, pois obrigou até a você fazer um spoiler explicando o que fez, o que demonstra a sua concordância quanto a esse probleminha. Seus movimentos poderiam ser melhores descritos, principalmente por quê o narrador precisa sempre imaginar o que fez corretamente, para levar em consideração. Não descontarei nada em gramática e português, até por quê, você escreve bem demais. Enredo e criatividade, peço que seja mais criativa em suas estratégias e espere sempre movimentar-se, mesmo com dificuldade do glaucoma de sua personagem.
Coerência T: 75/100
Coerência B: 75/100
Gramática/Português: 40/40
Objetividade: 35/40
Enredo/Criatividade: 85/120
Recompensa: 310 de experiência (3 níveis + 10 xp) + 150 dracmas + 3 pontos de fama.

Annie – Narração envolvente e de fácil leitura, o que lhe rende maior coerência textual e em batalhas. Só procure pensar melhor em seus movimentos e seja um pouco mais estratégica e criativa, algo que poderá te ajudar mais para frente. Aprofunde no fato de que é filha de Ares e nas batalhas, porte-se como guerreira e sanguinária, isso melhorará em questão de criatividade. Frank Zhang é um exemplo ótimo para basear-se, como por exemplo, quando a visão dele fica vermelha, devido a “adrenalina” e “determinação” da batalha, isso pode render um enredo mais envolvente. Quanto a objetividade, não há nenhuma reclamação. Gramática e português, talvez seja necessária às vezes uma revisão, mas nada a relevante.

Coerência T: 100/100
Coerência B: 90/100
Gramática/Português: 40/40
Objetividade: 40/40
Enredo/Criatividade: 100/120
Recompensa: 370 de experiência (3 níveis + 70xp) + 150 dracmas + 4 pontos de fama.

Fiona – Não tive a possibilidade de aproveitar melhor de sua narração, você não postou durante as rodadas que eu estava narrando. Porém, pelo que percebi, você é estratégica e curiosa, o que rende o melhor aproveitamento da missão, pois você sempre procura o que é o mistério nela. Porém, devido a falta de post em dois turnos, sua missão valerá 300 de xp e 150 dracmas, não 400 xp. Gramática e português satisfatórios, poderia ser um pouco mais criativa em relação ao enredo, mesmo quando não tiver muito à fazer no post, procure envolver o leitor através de pensamentos do personagens, arrisque suas hipóteses. Objetividade satisfatória também.

Coerência T: 100/100
Coerência B: 100/100
Gramática/Português: 40/40
Objetividade: 35/40
Enredo/Criatividade: 80/120
Recompensa: 355 xp – 100 xp = 255 xp (2 níveis + 55 xp) + 50 dracmas + 2 pontos de fama (1 por ter descoberto sobre a horta + 1 por ter feito metade da missão)

2.1. Avaliação Grupo



Faltou o trabalho em grupo, principalmente, afinal, porquê não escutaram Fiona? Ela estava certa e apenas uma de vocês a escutaram. Procure trabalhar em conjunto, pensar em poderes combados, movimentos combados. A chance de acabar com o problema em conjunto é muito maior do que individual. Por isso, vocês receberam só 150 dracmas e Fiona 50 dracmas. Isso é uma crítica construtiva, lembrem-se.

a
n
i
m
a
l
s

Deuses
Deuses
avatar
Gaia

Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário http://thaliastree.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] The animals are mad (14/08)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum