Fantasmas do Passado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Sex Abr 03, 2015 3:52 pm

1. Narração


Elijah Mountbattèn

Havia passado a pouco da meia noite. Havia  poucas estrelas no céu, a lua quase não conseguia iluminar o reino de Zeus, que se encontrava abraçado pelas nuvens. Uma neblina densa pairava sobre o solo. A temperatura não  era das mais agradáveis, estava na marca dos 3°C, porém o vento cortante dava a sensação de que estava bem mais frio.

Poucos ruídos eram ouvidos, até mesmos as criaturas noturnas estavam dormindo. Enfim paz. Certo? Não, errado. No chalé de Hades uma alma se encontrava agitada. Aquele corpo se movimentava na cama. O  suor escorria pelo seu rosto. Murmúrios eram ouvidos, o garoto sussurrava palavras sem sentido, pelo menos para quem não sabia o que se passava em seu sonho, em sua história.

Havia apenas escuridão. Qualquer um claustrofóbico teria um ataque.  
Estava em um local apertado. Mal conseguia se mover. Estava em um... caixão. O ar era pesado e limitado. O frio começava a invadir o recinto, assim como a terra. Sim, terra. Não demoraria para o oxigênio presente ali acabar.

De repente já não estava mais lá. Encontrava-se ajoelhado frente a uma lápide. Nevava. A morte estava presente naquele lugar. Os espíritos sussurravam, pediam ajuda. Dois deles em especial. Dois que ele conhecia muito bem, eram duas mulheres, as duas com quem passou a vida toda até a sua ida ao acampamento. Elas choravam e tentavam se comunicar, porém pareciam estar sem voz. O cheiro de putrefação tomava conta do ar.

A imagem de uma figura deitada no centro do cemitério chamava a atenção. Ela parecia estar congelando. Não dava para identificar o que era aquilo, mas iria morrer se ninguém fizesse  nada. Um vulto surgiu e meio às sombras. Deu um passo na direção da figura pequena deitada, mas quando viu o semideus, recuou. Uma risada quebrou o silêncio humano que pairava no ar. O  sol estava prestes a nascer.

Mountbattèn

Era apenas isso que se conseguia ler na lápide que se encontrava na frente do filho de Hades. Ajude! Uma voz ecoou em sua cabeça. Não, não era a de um espírito. Colorado! Hotel 999 – 13!


Elijah despertou daquele pesadelo. Ajude!  Aquela voz repetiu. Alguma coisa estava acontecendo e alguém tentava se comunicar com ele. Colorado! Hotel 999 – 13!

Enquanto isso, na Colina Meio-Sangue, o cão infernal do semideus estava esperando pelo mesmo. Ele também havia recebido o recado e estava ali para levar o seu dono até o destino. Aquela voz iria lhe guiar.

Vá! Era uma ordem. Mas de quem? Não sabia, não tinha como saber.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Missão não é MvP, então não esperem algo do tipo: vá até a praça onde está tendo um ataque e derrote o causador do problema. Mas lembrem-se, a missão está na mão de vocês, eu narro, vocês interferem no caminho da mesma.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.
-> Narre até chegar a um hotel abandonado. Lá está escrito, na caixa de correio: Família Cross. O cão infernal irá te levar por meio de viajem pelas sombras.

m
i
s
s
ã
o

n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Sab Abr 04, 2015 4:05 pm

FANTASMAS DO PASSADO


Elijah abriu os olhos. Suas íris estavam dilatadas, o rosto encharcado de suor. Não conseguia ver nada; tudo estava extremamente escuro. Mas sentia suas pernas sendo apertadas, o corpo comprimido em algum tipo de retângulo. Não soube como, mas sabia que estava ali: em um caixão. O desespero tomou conta de Mountbattën, que tentou gritar. Mas nenhuma voz respondeu. "Socorro!" clamava sem cessar, chegando a bater contra o lado do caixão que deveria ser a porta.

"Socorro!" novamente gritou, rouco. Estava começando a ficar com medo. Como acabara ali? Por que estava sendo enterrado vivo?

Tinha motivos para acreditar que, de fato, já estava enterrado. A pressão no caixão e tudo ao redor entregava sua situação. Pior: era capaz de detectar terra, e a única coisa que havia ao seu redor era o elemento. Após mais vários socos, o filho de Hades sentiu algo formigando abaixo da cintura. A terra estava soterrando o caixão.

Por mais que quisesse gritar, viu que seu fôlego havia finalmente acabado. O oxigênio se extinguia e Elijah não mais conseguia respirar. Era seu fim. Mas algo aconteceu.

Como se a cena anterior nunca tivesse acontecido, Eli se viu novamente e intacto em meio a uma pequena nevasca. Ele respirou por fim, sentindo o ar passar de volta para seus pulmões. O que diabos havia acontecido? Parou quando viu a lápide. Seu nome estava nela. Isso fez com que Mountbattën achasse que estava morto, que havia adotado a forma de um espírito. Mas como algo do tipo era possível?

Os olhos foram desviados para figuras a sua frente. Houve muito pouco tempo para processar: sua mãe e meio-irmã, em formas de fantasmas. Achou que estivesse errado e que era apenas sua cabeça pregando peças. Mas tudo era ainda muito confuso. Vozes sussurravam na mente de Elijah e pediam ajuda, mas o que ele poderia fazer se estava morto? "O que vocês querem?" quis dizer. Elijah jurou ter visto lágrimas nos rostos pálidos e crepuscular das familiares, então elas sumiram.

Uma outra forma chamou a atenção do filho de Hades: um vulto negro. E, dentre outras, uma viva. Com certeza viva. A única que respirava naquele meio, talvez. Uma humana, mortal, ou até mesmo semideusa - quem poderia dizer? - deitada no meio do cemitério. O vulto deu um passo para frente, avançando contra a figura. Sua postura indicava hostilidade. Elijah cruzou olhares com o que quer que fosse aquela forma e, então, ela recuou e desapareceu antes que o filho de Hades pudesse distinguir seus traços.

Pouco demorou para que Elijah percebesse que era um sonho.

Acordou de sobressalto e em alarme. Uma voz bem vívida clamou por ajuda pouco antes de Elijah se dar conta de que nada era real. Para sua infelicidade, o alarme ainda reverberava em sua cabeça, junto de um endereço. E não era possível que seu inconsciente havia inventado a droga de um endereço. Que estava acontecendo?

"Vá". Elijah pulou em sua cama. Era impressão ou tinha acabado de ouvir, enquanto estava lúcido, uma voz soar em sua cabeça?

[...]


Elijah se levantou, armou-se e foi em direção à floresta onde deixava ficar seu cão infernal. Pouco demorou para encontrá-lo, pois ele aparecia sempre em suas horas de necessidade. Elijah acariciou sua crina e montou no filhote, que embora fosse pequeno para a espécie, ainda era capaz de carregar semideuses em viagens pelas sombras.

Pronto para encarar o que quer que fosse, e levando alguns dracmas para o caso de precisar das irmãs cinzentas, sentiu o cão começar a correr e atravessar a sombra de uma árvore. No segundo seguinte, estava em uma avenida qual havia instruído para o cão aparecer. Família Cross. Havia chegado a um edifício abandonado, não sabia dizer o porquê. Será que havia alguém ali dentro?

Elijah desmontou de seu cão e acariciou sua cabeça. — Fique aqui, okay? Vou entrar. — Instruiu, abraçando o próprio corpo em contato com o frio da noite enquanto dava passos em direção a entrada do hotel. Não estava preparado para o clima, e o manto que recebera de Hermes certamente não esquentava ninguém.


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 09] Comunicação Obscura – O semideus em questão tem o dom natural de se comunicar com criaturas sombrias, como Cães Infernais e o Cérbero, além de outras criaturas do submundo, não importando o quão forte são, mas é incapaz de exercer controle sobre tais seres.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.
Ativos:
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]
Observação:
ME DESCULPE pela introdução imensa! Eu juro que não era minha intenção, mas foi realmente MUITA COISA para narrar. Ainda tentei resumir e deixar fácil de ler sem acabar com a fluência e objetividade, mas mesmo assim ficou gigante. Sorry. ;-;


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Dom Abr 05, 2015 3:22 pm

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Cópia do Hotel Overlook.

O local estava caindo aos pedaços, a tinta desbotada, paredes dominadas por mofo, fungos e, até mesmo, plantas. O cheio de putrefação era forte. Duas almas: uma mulher e um adolescente, vagavam pelo local. Não conseguiam entrar na casa e, por isso choravam e resmungavam. Dava-se para ouvir barulhos vindo de dentro da residência dos Cross. No “jardim” a vegetação tomava conta de tudo, dificultando a passagem. Com certeza ninguém entrava naquele lugar há muito tempo, o que não fazia muito sentido, uma vez que o ponto era ótimo e o hotel, se bem arrumado, seria um ambiente bastante agradável.

A morte estava presente naquele lugar, isso estava bastante claro. A porta estava emperrada, porém nada que impediu o semideus de conseguir adentrar naquele ambiente. Se fosse qualquer outro, aquele cheiro, aquele clima pesado no ar teria ficado com um nó no estômago, mas não para um filho de Hades. Não  havia luz elétrica, apenas três velas iluminando algo que antes do abandono deveria ser uma recepção de um hotel luxuoso.

Havia algumas fotos das paredes, a que parecia ser mais recente: uma família feliz, a mãe sorridente com um bolo em mãos, aquele que deveria ser o pai estava de terno e gravata, mas com uma luva de beisebol na mão direita e a bola na esquerda, o filho mais velho segurava o taco e o mais novo, bem, esse brincava com uma miniatura de avião. Todos sempre estavam sorrindo, com exceção de uma daquelas fotos, na verdade era um quadro pintado à mão, onde todos se encontravam com medo, as crianças choravam, os pais tentavam proteger suas proles de algo indeterminado.

No andar de cima, um barulho de piso rangendo. A estrutura daquele lugar era velha, poderia ter sido apenas um rato, ou não. Elijah havia deixado seu cão infernal do lado de fora. Estava sozinho a partir de agora. Um vento invadiu a residência, as velas foram apagadas e a porta se fechou, causando um barulho tremendo. Uma risada podia ser ouvida.

O cheiro de morte estava mais aguçado. Dentro do recinto não havia nenhuma alma. Elas pareciam não conseguir entrar, ou então preferiam não ficar lá dentro. Barulhos vinham de todos os cantos. Algo passou pelos pés do jovem, mas não era nada, apenas uma cobra que nada fez. Estava escuro, completamente escuro. A única luz que entrava era um brilho fraco vindo da lua, que só servia para deixar o ambiente mais assustador.

Ande. O tempo está acabando. O sangue será derramado. O perigo deve ser detido. A morte, evitada.

Era a mesma voz que havia falado com ele em seu sonho. Uma voz familiar, porém que nunca ouvira antes. De cima, foi ouvido um estrondo, parecia o de uma janela batendo.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Dom Abr 05, 2015 7:55 pm

FANTASMAS DO PASSADO


Logo ao chegar, Elijah encontrou dois fantasmas. Não deu muita atenção para eles, apenas cruzou olhares e depois foi em direção à porta do hotel. O cheiro estava péssimo, de fato, mas Mountbattën já estava acostumado e, em certos pontos, chegava a apreciar o odor. Ao tentar girar a maçaneta, percebera que a porta estava emperrada. Elijah se afastou um passo só e, no segundo depois, avançou. Com o ombro, tentou abalar a entrada do hotel. Mesmo com a estrutura velha, não fora o suficiente; já na segunda tentativa, a porta finalmente se abriu. Com um estrondoso "crack", todo o apartamento estremeceu.

Comprimindo os olhos para se acostumar com a falta de luminosidade, Elijah adentrou o recinto e ficou quieto. Com as íris adaptadas à escuridão, seria capaz de enxergar perfeitamente e sem problemas. O que chamou a atenção foi ter três velas acesas em um suposto prédio abandonado. Alguém com certeza havia alugado um quarto no hotel luxuoso. Após observar o cenário, Elijah notou um estranho quadro. Ele havia sido pintado a mão e retratava uma cena de horror. Com certeza não era obra dos antigos proprietários.

Com um ranger, Elijah ouviu um barulho vindo do andar superior com uma risada. "Outro semideus fazendo rituais para ressuscitar a namorada?" quis inquirir. Mas uma brisa carregada com o cheiro de putrefação invadiu as narinas de Elijah e obrigaram-no a fazer uma careta. Era demais até para ele. O vento apagou as velas e fechou a porta de uma maneira que, convenhamos, assustaria até mesmo o filho do deus dos mortos. Entretanto, com a vantagem de estar nas sombras: seu elemento natural, Elijah logo se preparou para correr. Mas foi pego de surpresa por uma cobra em seus pés.

— Carambola! — Disse, tentando pular para trás e assustando-se. Um riso veio a seguir e uma voz. A droga da mesma voz.

Tinha alguém dentro daquela casa, Elijah não poderia estar sozinho. Então, sacando sua espada do bolso da jeans e fazendo-a ficar do tamanho normal, tentou correr e subir as escadas procurando a origem do som. Antes, entretanto, gritou para o seu cão infernal que estava fora da casa: — LATA PARA MIM ASSIM QUE VER ALGUÉM SAINDO DO HOTEL!


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.
Ativos:
None
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Dom Abr 05, 2015 9:52 pm

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Cópia do Hotel Overlook.

O seu grito foi um alertar. O cão infernal havia entendido o recado e, por isso, ficou de guarda no portão do hotel. Elijah subia as escadas com cautela. No andar de cima as velas ainda estavam pegando fogo e havia um número muito maior delas. O corredor era grande, e mais quadros estavam pendurados nas paredes, e também nas portas dos cômodos. Todos pintados à mão e com cenas confusas, subjetivas que faziam referência a medo, dor, sofrimento.

No chão, uma trilha de corpos havia sido deixada pela morte. Muitos corpos humanos e alguns montes de cinzas. Alguém, ou alguma coisa, estava causando aquele caos. A maioria dos corpos ali presentes estavam em um estado nada agradável de se ver, os vermes e moscas estavam comendo os restos.

Todas as portas estavam fechadas, com a exceção de uma, que se encontrava apenas encostada. Luz vinha dali de dentro, assim como uma música, música instrumental suave.

Cuidado, das sombras surge o sangue. Da luz, pode sair a morte.

Algo passou rasante sobre a cabeça do semideus. De fato não estava sozinha ali, todavia, não conseguia ver se o que passou por ele era uma criatura mitológica, ou um pássaro comum. Do lado de fora se ouvia apenas o silêncio reinava. A música parou e, então, uma voz começou a se pronunciar:[/color]

– A mamãe sempre vai estar aqui, olhando por você. Nada vai te acontecer. Eu vou cuidar de você. – A voz, então, começou a cantarolar uma cantiga de ninar.

Porém havia algo de estranho acontecendo naquele cômodo, por mais que houvesse som saindo dele, uma voz falando, música sendo cantada, em momento algum se viu sombra de alguém – ou  algo -, se movimento ali dentro, nem mesmo uma sombra de algum ser parado. Elijah tinha que tomar uma escolha, entrar naquele recinto, recuar, esperar ou então dar uma limpa pelos outros andares.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Missão não é MvP, então não esperem algo do tipo: vá até a praça onde está tendo um ataque e derrote o causador do problema. Mas lembrem-se, a missão está na mão de vocês, eu narro, vocês interferem no caminho da mesma.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.
-> Narre até chegar a um hotel abandonado. Lá está escrito, na caixa de correio: Família Cross. O cão infernal irá te levar por meio de viajem pelas sombras.

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Ter Abr 07, 2015 9:32 pm

FANTASMAS DO PASSADO


Ao chegar no primeiro andar, Elijah se deparou com uma cena pacatamente iluminada pelo fogo crepitante de várias velas. Além dos lúgubres quadros dispostos pelas paredes, o inconfundível cheiro de mofo e putrefação invadiu as narinas de Mountbattën e o fez pensar duas vezes antes de continuar sua corrida. Varreu os olhos pelo lugar, então, e encontrou alguns corpos sendo devorado por germes decompositores. Elijah não evitou tapar o nariz com a mão livre ao terminar de subir as escadas. O que tinha acontecido ali? Por que haviam tantos mortos?

Havia chegado em um corredor e a visão de tantos cadáveres era insuportável. Se apressou ao dar os primeiros passos, notando algumas portas (provavelmente de apartamentos) com indícios de estarem emperradas ou só trancadas. Alguns passos adiantes, Elijah ouviu um som. E ficou paralisado. Por mais que fosse filho de Hades, não estava acostumado a brincadeiras de horror; nada daquilo era comum nem suportável. Tudo ficou pior quando algo passou acima de sua cabeça, detectado pela sensibilidade dos fios de cabelo e de relance como um vulto. Um pássaro? Não sabia. Não importava.

Elijah sentiu um arrepio na espinha e engoliu em seco. Enxergou, na penumbra, uma nesga pálida de luz saindo da fresta da única porta aberta. E uma melodia começou a ser tocada. Elijah já estava amedrontado o suficiente para sair correndo com o rabo entre as pernas, mas ele não sabia mais se era capaz de deixar aquele lugar. Andou adiante, entre a trilha de corpos em decomposição, até que uma voz fosse ouvida.

"Um espírito?" Elijah logo assimilou. Não havia sombras nem indícios de vida lá dentro. Então, tentando canalizar seu medo para supera-lo, segurou firmemente sua espada e tentou abrir devagar a porta, só para então invadir o cômodo evitando fazer barulhos - muito embora achasse que já tivesse sido detectado.


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.
Ativos:
None
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Qua Abr 08, 2015 1:15 am

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Cópia do Hotel Overlook.

O filho de Hades havia  se armado, estava preparado para enfrentar qualquer inimigo quando abrisse  aquela porta, porém o que encontrou não poderia ter sido mais impressionante. Assim que abriu a porta do cômodo, do lado de fora o silêncio não estava mais presente, o seu cão infernal havia começado a latir desesperadamente: algo havia saído. Porém, o que? Logo o jovem iria descobrir, querendo ou não iria descobrir.

A cena que estava diante de seus olhos era algo indescritível. O quarto estava em chamas, ou melhor dizendo, havia começado a entrar a pegar fogo. As velas haviam sido derrubadas, queimando todos os tecidos, madeiras e coisa que não conseguiam resistir ao poder daquele elemento. A temperatura subia rapidamente. Fumaça tomava conta do lugar, por sorte a janela estava aberta.

Estava em um quarto em chamas, em uma espécie de hotel abandonado cheio de corpos em decomposição, com quadros macabros e uma estrutura já não tão firme assim. Todavia, não era isso o mais impressionante naquele meio, no centro do cômodo havia uma cama, e nessa cama estava um menino, dormindo, sua pele estava perfurada, parecia que alguém, ou melhor, alguma coisa estava se alimentando daquele ser ainda vivo. O sangue estava por toda a parte. Ele tinha pele clara e cabelos escuros, bem escuros e levemente ondulados.

A situação parava por ai, ao seu lado havia um corpo, o corpo de um outro garoto, esse estava morto, era um daqueles que estava nos quadros, o mais velho. Ajoelhada ao lado da cama, com lágrimas nos olhos e mãos sobre o corpo do sobrevivente daquela chacina, uma mulher se encontrava. Ela era a mulher que também estava nos quadros.

Do lado de fora o latido não havia parado. A criatura inferna rosnava e latia como nunca. Tentava brigar com o causador, ou causadora, de tudo aquilo, porém não parecia estar dando certo.

-  Mamãe... Mamãe. - O garoto chorava. Parecia que estava sonhando, ou melhor, tendo um pesadelo. Elijah teria que tomar uma escolha, a estrutura daquele lugar não iria aguentar muito, o quarto estava quase todo em chamas, tinha que sair dali, porém havia aquela criança. Poderia sair e enfrentar o causador de tudo aquilo, ou então salvar a criança e arriscar perder o grande incendiário.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.
-> Divirta-se kkkkk

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Qui Abr 09, 2015 5:54 pm

FANTASMAS DO PASSADO


Elijah se assustou ao abrir a porta. Tanto pela cena quanto pelo silêncio que fora repentinamente quebrado: o seu cão começara a latir freneticamente. Droga. Por mais que estivesse com a curiosidade atiçada, engoliu em seco ao perceber que o quarto estava em chamas. As velas deveriam ter caído e ateado fogo ao cômodo, e as brasas pareciam comer a estrutura pelas bordas. Elijah ainda seria capaz de entrar e sair se fosse rápido, e talvez dar o fora daquele lugar antes que o incêndio se alastrasse.

Claro que não faria isso. Apenas iria embora e seguiria o causador do problema. Mas se surpreendeu com mais algumas coisas. Os quadros, mais corpos. Alguns em chamas, outros em decomposição. E um espírito em estado crepuscular. Uma mulher ajoelhada, que Elijah reconheceu de um quadro. E mais um morto, que Elijah também reconheceu de outro quadro. Estava tudo muito estranho. Deveria dar meia-volta e clamar por ajuda do camping? Elijah não sabia o que fazer, estava com verdadeiro medo. Mas viu um garoto ainda respirando numa cama no meio do cômodo. E Mountbattën não sabia o que pensar, mas seu instinto dizia que não deveria deixar a criança ali para morrer.

Por mais que ela estivesse em péssimo estado. Por mais que o sangue enojasse a visão do filho de Hades. Ele tentou correr, atravessando o quarto e ignorando os latidos de seu cão, olhando para o espírito da mulher que parecia chorar perante o corpo inerte da criança. — Eu cuido dele! — Garantiu à mulher. — Mas por favor, me siga. Não vá ainda! — Pediu ao fantasma com um suspiro, e tentou pegar o garoto e levar para o corredor e depois para as escadas, indo em direção ao cômodo principal e depois para fora do hotel. Rezava para que aquele vento não tivesse trancado nem emperrado a porta de vez, senão teria de gastar tempo tentando derrubá-la.

E também esperava não encontrar nenhum monstro barrando sua saída. Não estava preparado para lutar com uma criança entre seus braços.


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.
Ativos:
None
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Sex Abr 10, 2015 1:45 pm

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Cópia do Hotel Overlook.

Quarto em chamas. Mortos. Espírito. Um cão latindo por motivos perigosos. Elijah e uma única criança viva. Nem de muito longe a situação era das melhores. O filho de Hades, por sua vez, sabia o que tinha que fazer, percorreu o ambiente, mesmo diante do fogo e, acalmando a mãe fantasma desesperada, pegou o sobrevivente nos braços.

– Você é o anjo dele. Eu sabia que ele ia mandar alguém. Eu sabia. – A mulher não dava nenhum sinal de que iria seguir o semideus. Uma parte do  teto, que era feita de madeira caiu na direção dos dois vivos, porém algo havia envolvido-os, de forma que o material não lhes agiu. Havia uma aura entorno daqueles dois.

Não podia esperar mais, Elijha levou a criança para fora do quarto, para fora do prédio, para fora do fogo e para longe de sua família. A porta já estava aberta, e aquela aura impedia que o fogo e as pilastras de madeira ferissem aos dois. Cuidado com o que enfrentas. Cuidado com o que vem de onde não se vê. A voz não o havia abandonado, pelo menos não ainda.

Lá fora ventava, o frio era intenso, estava quase  nevando. Um som estranho vinha do céu eu um ser descia velozmente lá de cima, na direção daqueles dois. O cão infernal corria atrás da criatura, porém ela voava, ele não. Na verdade, elas voavam, sim havia mais de uma coisa naquele céu, mais de uma coisa que se alimentava da morte de pessoas.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Sex Abr 10, 2015 8:20 pm

FANTASMAS DO PASSADO


Com algum auxilio sobrenatural, Elijah conseguiu sair do hotel sem que fosse necessário muito esforço. Os destroços não atingiram nem a ele nem a criança em seus braços, mas o filho de Hades estava muito amedrontado para questionar a magia. Ao chegar no hall, escancarou a porta e finalmente saiu do prédio incendiário. O rosnar e latir de seu cão chegaram mais alto aos seus ouvidos, e ao olhar para trás, viu que o espírito da mulher não havia seguido-o. Precisava dela para esclarecer as coisas, mas não poderia contar com sua ajuda. Seguiria em frente.

Subitamente, então, viu vultos se aproximando. Tinha feito um erro ao sair com a criança nos braços, pois não teria como utilizar suas armas para atacar o que quer que se aproximava. E se aproximava pelo ar numa rasante; fora de sua esfera de poder. "A mesma criatura que topei dentro do hotel, logo ao subir o primeiro andar?" pensou, mas não por muito tempo.

Haviam dois se aproximando. E a suspeita de um terceiro ainda estar dentro da casa não deixou Mountbattën em paz.

Se concentrando e tentando manter o foco, Elijah tentou fazer com que sombras densas fossem lançadas em direção aos monstros, perseguindo-os até que os encontrassem. E, no ar, agredirem suas asas ou apenas o corpo, se fossem criaturas planadoras. Ao mesmo tempo que, simultaneamente, Elijah tentava se afastar do prédio e ficar lado ao lado de seu cão infernal, ainda com o garoto em seus braços e esperando que ele acordasse. "Por favor" rezou silenciosamente para os deuses, e então voltou a visualizar os adversários. Mesmo no escuro, Elijah identificaria-os. O que eram?


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 15] Umbracinese – O filho de Hades possui agora total domínio sobre as sombras, se tornando capaz de moldá-las e modifica-las de acordo com sua vontade e comando, podendo até mesmo as solidificar.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.
Ativos:
None
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Sab Abr 11, 2015 1:28 am

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Lado de fora do Hotel

Com a criança em seu colo as ações do jovem se tornavam limitadas, pelo menos aquelas que exigiam a sua movimentação. Porém o filho de Hades era  esperto e tinha truques nas mangas, ou melhor, nas sombras. Controlando-as, fez com que as mesmas ganhassem consistência e fossem projetadas na direção daquelas criaturas.

As criaturas eram velozes e, por serem negras como a noite, somando a isso o fato de uma neblina e fumaça tomarem conta do ambiente, de longe não se conseguia identificar como as coisas andavam. Porém logo gritos, ou coisas próximas a isso, foram ouvidos. Aqueles seres haviam sido suas pernas feridas gravemente.

Elas avançaram novamente, mas dessa vez o cão infernal e seu dono já estavam lado a lado. O semideus estava há uma distância mais segura do prédio e, agora com mais tranquilidade conseguia identificar seus oponentes, eram eles duas Aves de Estinfália , e elas avançavam novamente, dessa vez em sentidos diferentes, mas na mesma direção, visando acertar o mesmo ponto: a criança nos braços de Elijah.

Elas não queriam confronto, apenas queriam aquele menino por algum motivo. Cuidado. Elas querem mais do que uma vida e, com ele, irão conseguir. Alguém olhava pelo semideus.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.
-> Divirta-se kkkkk

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Sab Abr 11, 2015 3:57 pm

FANTASMAS DO PASSADO


Seguido pelo sentimento cego de continuar defendendo a vida do garoto, Elijah tentou colocar a criança nas costas de seu cão para que então pudesse defendê-lo apropriadamente. Entretanto, não poderia confiar no tempo: aproveitando-se do fato que obtivera sucesso no golpe anterior, Elijah manteve sua umbracinese ativa. Tentou fazer com que as sombras envolvessem completamente o corpo dos dois pássaros gigantes, para assim controlá-los ao seu bel pazer.

Pássaros esses que não eram normais. Elijah nunca tinha visto criatura semelhante, o que conotava o fato de ele não ter experiência o suficiente para lidar com criaturas fora do acampamento. Apenas aproveitou-se da distância e, no meio tempo, tentou desembainhar a sua espada. Incrivelmente, o alvo deles não era Mountbattën. Por que estavam tentando pegar a criança?

Foi então que uma voz soou na cabeça do filho de Hades, deixando-o um pouco confuso - mas não menos concentrado na batalha - sobre o que estava acontecendo. Será que aquela criança estava usando-o e manipulando-o? O que havia de tão especial sobre ele?


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 15] Umbracinese – O filho de Hades possui agora total domínio sobre as sombras, se tornando capaz de moldá-las e modifica-las de acordo com sua vontade e comando, podendo até mesmo as solidificar.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.

[TREINOS ARTES MARCIAIS] Concentração – Treinando as artes marciais, o semideus sempre deverá ter uma exímia concentração. Assim, ele possui a habilidade de concentração, quando em combate, dificilmente será distraído da luta.
Ativos:
None
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Sab Abr 11, 2015 7:13 pm

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Lado de fora do Hotel

As sombras serviram como uma espécie de barreira, elas capturaram e envolveram as duas aves, impedindo que as mesmas conseguissem capturar o garoto, que agora se encontrava adormecido sobre o dorso do cão infernal do filho de Hades. As feras lutavam bravamente, estavam quase perfurando as sombras palpáveis e, dessa forma, escapando. Seja rápido. A voz lhe dizia.

O garoto começou a acordar. Ele chorava, seus olhos percorriam o lugar em busca de algo, ou alguém. Havia medo, desespero e dor em sua face. Sua pele estava completamente perfurada, porém seus olhos, lábios, ouvidos e nariz estavam intactos. Os olhos azuis eram penetrantes.

- Cadê? Onde você está? Cadê você? – O choro ecoava. - Mamãe? Mamãe, cadê você? – Ele começava a perceber que quem procurava não se encontrava por perto, o que fez com que sentisse mais medo. Foi então que percebeu onde estava: do lado de fora. Fazia anos que não saia. O hotel estava em chamas. Olhou para os lados, buscava os corpos que prezava perto de si, porém nenhum deles estava ali.

- O que? Onde eles...? – Percebeu, então, que se encontrava sobre um animal assustador. Ele saltou e começou a correr e gritar. - Socorro! Socorro! Estão matando a minha mãe. Colocaram fogo nela. Ela está lá dentro, socorro! – As lágrimas escorriam.

As aves haviam se libertado e voaram na direção da criança, que quando as sentiu deu um grito assustador e, então, uma estaca saiu das trevas a atravessou o corpo de uma das aves. Proteja o meu príncipe. O meu caçula. A voz acabou revelando, sem querer, sua identidade, aquele que falava era o próprio Hades, e Elijah havia sido mandado para ali para proteger um de seus irmãos, um filho que o deus do submundo não estava conseguindo manter em segurança, não conseguiu fazer com ele o que fizera com o Elijah.

2. Situação


-x-

3. Off-Game

-> 48 horas para postar a partir  do meu post.
-> Armas levadas em spoiler.
-> Poderes usados também em spoiler, mas separe os ativos dos passivos.
-> Qualquer dúvida ou reclamação entrem em contato.
-> Será permitido o uso de apenas três poderes ativos. Quando aos passivos podem usar quantos quiserem.
-> Quando em combate: Não é você que narra a luta, sou eu. Você tenta acertar um golpe e se desviar de outro, quem diz se consegue ou não sou eu.
-> Divirta-se kkkkk

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Elijah Mountbattèn em Sab Abr 11, 2015 7:43 pm

FANTASMAS DO PASSADO


A barreira que criara para proteger a criança se tornara eficiente apenas por alguns segundos. Segundos esses que Elijah poderia ter utilizado para mandar seu cão infernal pelas sombras e de volta para o camp, com a criança segura em suas costas. Mas não. Pois o garotinho tinha acordado, e agora balbuciava.

Aproveitando que já não tinha o garoto entre seus braços, o filho de Hades sacou sua espada de ferro estíge e preparou-se. Não adiantaria em nada mantê-lo seguro se ele fosse fugir, e seria melhor para ele se mantivesse certa distância do campo de batalha. Então, quando em estado de confusão o garoto correu, Elijah permitiu em silêncio. Lutaria com as aves e então o alcançaria.

Foi quando que ele manipulou as sombras. E a voz novamente fora sussurrada em sua cabeça. "Pai", instantaneamente pensou. Agora tudo fazia sentido. Uma revoada de aves provavelmente tinha invadido a casa daquele semideus e atacado-o. Mas o que aqueles quadros tinham a ver? Por que ele morava em um hotel abandonado?

Sem se preocupar em questionar muito mais, voltou sua atenção para os monstros ao ver que eles iriam se livrar de seu ataque. Mountabttën, por sua vez, gritou: — Abocanhe-os! — para seu cão, e tentou usar sua geocinese simultaneamente com sua umbracinese. Tentou induzir o chão de concreto a se quebrar com abalos sísmicos, criando uma placa de terra sob os pés do cão e deslizando-a para cima na máxima velocidade que conseguia. Tentou utilizar a umbracinese de forma simultânea ao dar um impulso das sombras nas patas de seu cão, para assim ele conseguir pular e abocanhar ao menos 1 das aves de estinfália que ia em direção ao meio-irmão.

Após feito isso, tentaria correr em direção ao garoto para não perdê-lo de vista, sempre mantendo uma distância segura dele. Sabia que o alvo das aves era o meio-irmão e por isso tentaria interceptá-las quando seu voo ficasse à altura da espada de Elijah, e a chance perfeita seria o momento em que elas descessem para atacar.


Adendos:
Poderes:
Passivos:
[Nível 01] Prole Infernal – O filho de Hades é capaz de enxergar e se comunicar com fantasmas e espíritos que vagam sobre a terra. Não é capaz, porém, de exercer domínio algum sobre eles.

[Nível 05] Alma Sombria – O filho de Hades possui uma aura sombria que ronda seu corpo, por ser filho de quem é. Todo ser vivo que se aproxime sente um pequeno incômodo com sua presença, como estar diante da morte.

[Nível 06] Geocinese – O filho de Hades é capaz de exercer seu domínio sobre a terra e seus minerais, controlando-os à sua inteira vontade.

[Nível 09] Comunicação Obscura – O semideus em questão tem o dom natural de se comunicar com criaturas sombrias, como Cães Infernais e o Cérbero, além de outras criaturas do submundo, não importando o quão forte são, mas é incapaz de exercer controle sobre tais seres.

[Nível 15] Umbracinese – O filho de Hades possui agora total domínio sobre as sombras, se tornando capaz de moldá-las e modifica-las de acordo com sua vontade e comando, podendo até mesmo as solidificar.

[Nível 17] Íris Obscura – Mesmo diante da total ausência de luz, quando a escuridão domina tudo ao seu redor, os filhos de Hades são capazes de enxergar com perfeição, como se estivessem em plena luz do dia.

[TREINOS ARTES MARCIAIS] Concentração – Treinando as artes marciais, o semideus sempre deverá ter uma exímia concentração. Assim, ele possui a habilidade de concentração, quando em combate, dificilmente será distraído da luta.
Ativos:
None
Equipamento:
• Espada Infernal [Ferro Estíge // Uma espada forjada em ferro estíge que, ao ser guardada na bainha, se for a vontade de seu dono, encolhe seu tamanho o suficiente para que possa ser guardada no bolso. Sempre que tira a vida de algum ser, absorve e aprisiona sua alma dentro da lâmina, guardando-a para usos posteriores do filho de Hades. Almas guardadas: 00 // Presente de reclamação de Hades].

• Elmo das Sombras [Ferro Estíge // A réplica do elmo das sombras de Hades, que dá ao semideus que o veste o poder da invisibilidade por um turno, habilidade que pode ser ativada duas vezes por missão. Quando não está em uso, transforma-se em uma touca preta de lã // Presente de reclamação de Hades].

• Manto noturno [Feito de um tecido especial, o manto tem uma resistência semelhante à de uma armadura quando se encontra nas sombras. A proteção é apenas para golpes mágicos, podendo sim ser cortada, por exemplo. O manto, em caso de perda, volta para o corpo do semideus depois de dois turnos.]
Pet:
Cão Infernal [Filhote // Nível 01 //  100 PV // 100 PR // 0 L // Cão preto e com olhos vermelhos, como se fogo ardessem em seus olhos. Quando filhote, possui um metro e meio de altura. // Morder e garras // O cão infernal tem a habilidade de transportar-se na mínima sombra, pode ser até de uma árvore, para onde bem desejar]


E
lijah M
ountbattën
The raised hell kid
Progênie de Hades
Progênie de Hades
avatar
Elijah Mountbattèn
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
600/600  (600/600)
PM:
600/600  (600/600)
PR:
600/600  (600/600)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Convidado em Dom Abr 12, 2015 12:34 am

1. Narração


Elijah Mountbattèn – Lado de fora do Hotel

Utilizando de uma mistura de seus dons naturais, o filho de Hades conseguiu ajudar o seu cão infernal, agora já livre, sem nenhuma  criança deitada sobre ele, a atacar seu único oponente que restara. O movimento foi bem sucedido, ele se deslocou e conseguiu apoio suficiente para conseguir impulso para saltar e capturar  a ave. A segunda também havia sido abatida. Estava livre... Ou nem tanto.

Correu na direção do garoto, porém o mesmo estava indo na direção de um beco do qual surgiu uma Harpia, que estava prestes a atacar, porém ela foi capturada pelo cão infernal do próprio garoto. Elijah levou o seu irmão até o acampamento, onde cuidaram dos seus ferimentos e lhe explicaram a situação da melhor forma possível.

2. Avaliação


Gosto da sua forma de postar, é simples, direta e envolvente. Na cometeu erros graves, se não me engano vi um ou dois erros de concordância ou regência, não lembro ao certo, nada demais. Sua interpretação do personagem é muito bem feita, nunca fugindo do papel, o que torna tudo bastante mais coerente.

3. Recompensa

285 xp
+ 7 de fama (concluir a missão e salvar o garoto quando o mais fácil seria ir embora)
100 de dracmas.
+ 1 Nível cão infernal
+1 Lealdade

m
i
s
s
ã
o
n
a
r
r
a
d
a
Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fantasmas do Passado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum