BAILE DE GALA... NEON!

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Despina em Sex Maio 01, 2015 11:11 pm

Relembrando a primeira mensagem :

O BAILE...





Jovens normais fazem besteiras, têm seus hormônios à flor da pele, agem por impulso e, muitas vezes, são rebeldes. Semideuses não são muito diferentes; em verdade, eles são piores. E não existe nada melhor do que uma boa festa para deixar que esses adolescentes pirem, pulem, pequem e se entreguem de cabeça nas emoções de uma noite que não parece ter fim.

Vamos começar com a área principal; a festa será toda produzida no pátio dos chalés, ao ar livre, tendo como decoração principal a natureza já que Deméter é a homenageada da noite. Uma grande tenda preta está envolvendo toda a área ficando a cerca de dois metros de distância de cada chalé. A sua entrada fica voltada para a direção da entrada do acampamento, como se ali fossem esperados mais do que seres como os harmoniosos semideuses. O caminho para se chegar é iluminado por uma passarela de luz branca que pode cegar a quem olhar para ela por muito tempo; sua verdadeira intenção era chamar atenção e despertar ainda mais a curiosidade de saber como deve ser dentro.

Tal caminho segue para a entrada da tenda, onde podemos ver a pista de dança negra e, no teto, luzes imitam com perfeição as estrelas, parecendo que as próprias haviam sido colocadas ali. Há vasos com plantas que pareciam ter sido pegas em planetas aleatórios, suas cores vibrantes, que ao bater da luz negra “acendiam” chegando a refletir em quem estivesse por perto. O local parecia ser muito maior do que dava a impressão por fora: ele se estendia por um espaço tão grande que havia outros caminhos iluminados para seguir.

Mais um pouco a frente à mesa do DJ era da mais moderna e alta qualidade já vista. A musica que ali tocava dependia unicamente do semideus, uma batida constante e que suas emoções a modificavam, mas a intensão era sempre fazer com que o semideus se divirta, se anime, induzindo-o a loucuras carnais com efeitos de fumaça e papeis coloridos que saiam de acordo com a ordem do DJ.

Ao lado esquerdo do ambiente encontrava-se o bar, o diferencial é que pessoas de verdade estavam ali para servir os semideuses, barmans muito bem preparados para que a demanda de bebidas fosse atendida, não tendo um cardápio, apenas uma plaquinha dizendo “Beba, querida Alice”, envolvendo a todos na temática da loucura que ali havia. A mesa redonda de ambos os lados davam lugar aos salgados e doces, sendo uma variedade muito grande de petiscos para a decepção de alguns... Nenhum deles continha carne, tudo era 100% natural e orgânico, assim como a plaquinha ali no canto “Sem ferir ou explorar, o que a natureza oferece nós oferecemos a vocês”.

Voltemos agora aos caminhos iluminados, ambos se direcionam para o lado direito, mas se dividiam cerca de três metros antes de seu fim, um para um porta em um rosa neon muito chamativo e o outro para uma porta laranja mais discreta, porém sendo tão chamativa quanto a rosa.

Porta Rosa: Ao adentrar o espaço você logo pode ficar nos jardins, esses agora têm uma temática mais delicada, um caminho de pedras brancas e roseiras com as rosas das mais diversas cores davam lugar para um espaço totalmente romântico e especial para os pombinhos ali da festa, tendo uma fonte com uma água cristalina em seu centro, com pequenas cascatas em forma de cisnes como se Afrodite tivesse montado todo o espaço. Os bancos em mármore branco se espalhavam com uma distância considerável, dando privacidade aos casais que ali decidiram partilhar de sua noite, com o céu estrelado e uma brisa fresca, tendo como aroma principal o perfume da sua companhia.

Porta Laranja:  Essa é para os menos preocupados em conquistar e mais, sim, em pegar, um quarto branco com a luz negra forte deixando o ambiente arroxeado, com puff’s coloridos espalhados por todo o lugar, com pinturas psicodélicas envolvendo a personagem Alice, aquela do país das maravilhas. O lugar é espaçoso e muito bem aconchegante, ali se pode conhecer gente nova, participar de jogos como verdade ou desafio, um espaço onde seus sentidos podem se aflorar e que nada é proibido, tendo uma placa ao seu final, bem grande com a descrição “Aqui você comete os seus pecados. O que se faz no quarto, fica apenas no quarto”, portanto semideus, aqui é o único espaço onde suas merdas serão perdoadas.

INFORMAÇÕES BÁSICAS



-A festa acontece no dia 31/08.

- Eu peço que se divirtam, despreocupem-se e vivam... Mas não esqueçam, onde há semideuses há problemas... Beijos.

- A roda de Verdade ou Desafio está sendo organizada por Sofia Mirrors. Participantes, por favor, procurem-na para maiores informações.

- O tema é baile de gala neon, ou seja, arrasar no vestido e smoking, mas lembrando sempre que o destaque da noite será aquele que mais brilhar junto a decoração.

- A festa termina do dia 10/05 (off é claro), vocês tem todos esses dias para postar e se divertir.

- Lembrem-se: Uma festa como essa gera grandes surpresas...



P
A
R
T
Y
!
Não-Reclamados
Não-Reclamados
avatar
Despina
Título : Indefinido

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Pietro P. Beaumont em Ter Maio 05, 2015 7:52 pm




Neon Party

Conforme seguimos pelo "caminho de luz", mantenho o silêncio enquanto ouço atentamente as palavras do meu meio-irmão. Seus motivos para vir à festa pareciam ser o oposto dos meus, afinal eu estava lá para relaxar um pouco, e ele para agitar as coisas, pelo que disse, e ainda assim havíamos ido juntos.

Antes que eu pudesse dizer alguma coisa, sinto-o apanhar minha mão esquerda e começar a me puxar para dentro da tenda onde a festa estava de fato acontecendo, e então resolvo apenas acompanhá-lo - se é que eu tinha uma outra escolha.

Assim que adentro o local, fico completamente fascinado com o que vejo, principalmente com as luzes colocadas no "teto", e com as belas flores distribuídas pelo local, sendo estas das mais variadas espécies e cores, que brilhavam intensamente quando iluminadas pela luz negra.

Permaneço parado ao lado de Louis por alguns instantes, apenas contemplando toda a beleza do local, mas sou tirado do meu breve transe no momento que ouço sua voz, me dizendo que iria ao barzinho. Volto-me para meu meio-irmão, vendo algumas partes de suas roupas brilharem ao refletir uma luz azulada, me fazendo abrir um pequeno sorriso, percebendo que a parte superior de minha vestimenta estava na mesma situação.

- E-Eu nunca bebi nenhum tipo de bebida alcoólica antes, m-mas vou com você, talvez eles tenham suco ou refrigerante. - Por meu tom de voz ser naturalmente baixo, não sabia ao certo se o moreno conseguiria me ouvir em meio à todo o barulho, mas fiz um esforço para que ele pudesse ao menos ter chance de entender o que eu queria dizer, seguindo-o em seguida.

Poucos segundos depois já estávamos no balcão, onde não havia cardápio algum, apenas uma placa dizendo "Beba, querida Alice". No mesmo instante, associei o nome à história infantil "Alice no País das Maravilhas", o que me arrancou um alegre sorriso. Essa era uma das histórias que meu pai mais contava para mim antes de dormir quando eu era mais novo, um dos meus contos de fada favoritos, e saber que a festa tinha este tema me alegrava ainda mais.

Louis parecia disposto a ousar naquela noite, pois pediu ao barman a melhor bebida que eles tinham, uma escolha um tanto arriscada, mas ao mesmo tempo divertida, afinal as surpresas poderiam ser ótimas. - Um suco de morango, por favor. - Aproveito que o barman já estava ali e resolvo fazer meu pedido junto ao do garoto.

Enquanto aguardava nossas bebidas, encosto-me no balcão ao lado do meu meio-irmão, observando as "estrelas" junto do mesmo. - Eu nunca tinha vindo a uma festa assim antes, mas tenho que admitir que tudo está incrível. Não acha? - Então nossas bebidas chegam, e a do moreno brilhava de um jeito diferente e tentador, mas sabia que eu não deveria sequer pedir uma dessas para experimentar, pois minha resistência ao álcool deveria ser extremamente baixa.

Começo a beber meu suco em pequenos e pausados goles, apreciando a música animada que tocava ao fndo enquanto via os demais presentes dançando de maneira descontraída. - E-Então... Isso é bom? - Pergunto à Louis, me referindo claramente à bebida que ele havia pedido, fitando-o com certa curiosidade, pois o vi fazer uma careta ao experimentá-la.

Poderes Passivos:
[Nível 01] Beleza Avassaladora – Os filhos de Afrodite possuem uma beleza natural superior à da maioria dos mortais, e até mesmo semideuses. Seus movimentos e atitudes, mesmo que em combates, são imediatamente notados como graciosos, possuindo vozes doces e atraentes que são capazes de chamar a atenção até mesmo entre multidões. A atração pela sua beleza é imediata, atraindo qualquer orientação sexual mesmo que não haja a atração sexual e, com o passar do tempo, faz com que atacantes tenham dificuldades de realizar ataques agressivos com medo de danificar sua aparência.

Roupa:

The Beauty is in the Eyes of the Beholder.
Bluee @ CG



Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Pietro P. Beaumont
Título : Indefinido
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
380/380  (380/380)
PM:
380/380  (380/380)
PR:
380/380  (380/380)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Kael Eltz Dreschler em Ter Maio 05, 2015 8:37 pm

C'mon Sweet girl

E nquanto Sammy sensualizava com sua dança, perante a Rainha, uma voz feminina chamou me atenção, em um singelo elogio;

– Você fica melhor sem roupa. – Meus olhos procuraram a dona, de tal melódica voz, entre as luzes negras. Olhei para minha esquerda, donde a garota se encontrava; Esbelta, com feições divinas afrodisíacas, desde os olhos de cor escura ao tom de pele moreno. Ela estava vestida adequadamente para o tema da festa, seu vestido era laranja florescente - pela luz negra - seus saltos altos vibrantes e um batom de cor mais vibrante que qualquer parte de seu look que fazia seus belos lábios ressaltarem, deixando qualquer garoto louco para roubar-lhe um beijo.

Ela fitava meu corpo, pois estava sem camisa e nem perceber e, por incrível que pareça, perante a garota eu estava com mais vergonha - ainda que seminu - do que quando estava pelado perante todos. Logo que sua face se detalhou em um dos rápidos holofotes da sala, percebi que ela me lançará uma piscadela, logo antes de jogar-me uma cantada divertida.

– Gato, você não é filho de Apolo, mas é mais quente que o sol. – Ela soltou um breve sorriso que parecia ter ressaltado o brilho da sala - Eu lhe dei um sorriso escancarado em troca -, mas a parte que mais me atraiu nela, foi sua ação em pegar uma garrafa de vodka de uma garota que ali estava e beber um gole facilmente e, ainda mais, me oferecer um pouco. Obviamente não recusei, agarrei a garrafa e tomei mais que um gole, pois pressentia que a diversão estava pra se aprimorar.  

Ela se aproximou de meu rosto,  bom, perto demais. Ela parecia tentar adivinhar a cor de meus olhos, mas estava me analisando, analisando minhas feições totais.

– Deixe-me adivinhar, filho de Poseidon? -  Ela acertará em cheio.

– Sim sou filho de Poseidon. - Busquei uma analise em seu corpo, mas era péssimo em adivinhações, ainda mais relacionadas ao mundo em que vivemos.

Nos entreolhamos por alguns segundos; Ela sorria formando covinhas e ficando um pouco avermelhada, eu estava - possivelmente - mais envergonhado que ela, mesmo assim lhe convidei.

– Por que não participa do jogo? Bom, não tem mais lugares disponíveis, mas você pode sentar no meu colo se quiser. - Soltei um sorriso faceiro, permanecendo com uma expressão desafiadora.

Informações::
Situação atual:

Jogando Desafio ou Desafio.
Conversando com Nicole.
Bebendo Vodka.
Esperando a dança de Sammy acabar (ação não postada).

Armas:

Espada Sísmica [Bronze Celestial // Uma espada forjada em bronze celestial com a lâmina em um azul esverdeado. Sempre que é cravada contra o chão causa pequenos tremores que desequilibram todos a sua volta, inimigos e até mesmo aliados, não afetando apenas o dono da arma. Quando não está em uso transforma-se em um anel de prata com o símbolo de um tridente // Presente de reclamação de Poseidon].

• Escudo Marítimo [Bronze Celestial // Um escudo redondo feito em bronze celestial que se esconde em forma de uma pulseira de bronze quando não está sendo usado. Possui a habilidade de criar uma barreira d’água ao redor do semideus que o protege de ataques mágicos e de longa distância por um turno, podendo ser usada duas vezes por missão // Presente de reclamação de Poseidon].

[AMBAS EM FORMA DE PULSEIRA E ANEL]
Roupa:

Kael Eltz Dreschler



"We'll set out and see how far we'll go
And we'll live life in a different light
Steadfast through the darkest night"

Progênie de Poseidon
Progênie de Poseidon
avatar
Kael Eltz Dreschler
Título : Indefinido
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
340/340  (340/340)
PM:
340/340  (340/340)
PR:
340/340  (340/340)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Qua Maio 06, 2015 12:15 pm


Linkspartei



Enquanto sentia as  carícias, ouviu atentamente as palavras do jovem. – Esse é um defeito das pessoas de hoje, não ouvem o que outro fala... na  verdade, não vêem o outro. - Olhou para Jack atenciosamente. – Se você pudesse realizar qualquer  desejo, qual seria? – Falou enquanto fitava os olhos dele. Aquele lugar parecia mágico, nada parecia ser impossível de se acontecer  naquela festa.
Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Francesca P. Heather em Qua Maio 06, 2015 2:28 pm

But I got a blank space, baby...


Ao receber o comunicado sobre a festa é claro que Francesca já começou a preparar suas roupas, o que a deixou ocupada por muito tempo e o pobre de seu namorado, Augustus, só teve a opção de aceitar que a mesma escolha as suas roupas, afinal, uma filha de Afrodite entende muito mais de moda do que um filho de Ares.

Como o combinado o casal iria se arrumar no chalé de Afrodite, assim que o demorado banho dos dois terminou a menina ainda nua dizia beijando os lábios do rapaz:

- Agora você vai se arrumar e vai me esperar, eu já vou te encontrar. – E logo começava a empurrar o rapaz, com carinho, para fora do banheiro, trancando-se ali.

Sobre a cama da loira as roupas de Gus estavam arrumadas e presa a sua gravata haviam um bilhete perfumado.

“Te prefiro nu, mas eu odiaria que as pessoas o admirassem assim, por isso essa roupa ficará perfeita em você.
Com amor, Francesca.
P.S: Você escolhe se quer ou não usar a gravata”


A loira sabia bem como agradar o seu homem e por esse motivo não mediu esforços em se demorar no banheiro, arrumando-se dos pés a cabeça, seus cabelos eram cacheados, sua maquiagem era feita com delicadeza e cuidado, suas joias eram colocados sendo douradas com originais diamantes, agradecia a mãe por lhe dar uma arma tão útil e a mesma completava seus acessórios por ser uma linda pulseira dourada. O pensamento de Francesca não era simplesmente ir linda a festa, era ir linda para Augustus, amava agradar ao seu amor e assim faria.

Quando por fim estava pronta abriu a porta do banheiro bem devagar e saindo dali com os passos de uma princesa abria um sorriso dando uma voltinha para Gus a admirar:

- Como estou? – perguntava sorridente, esperando o seu comentário.

-

O casal finalmente saia do chalé e pelo caminho brilhante seguiam, Francesca admirava a passarela ansiosa por chegar, não hesitando em deixar o sorriso estampado no rosto, principalmente ao ver a decoração da festa, dentro do ambiente que lhe deixava sem palavras, encarando Augustus para dizer:

- Sinto que hoje a noite será perfeita... – e assim os dois caminhavam em direção a pista de dança.


Roupas:
...And I'll write your name!


Patience's my enemy,loving's my friend. It's harder to leave with my heart on my sleeve Than to stay and just pretend


Oh, she knows me like I know myself
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Francesca P. Heather
Título : Rainha do fórum
Fama : Like a Queen B

Idade : 28

Ficha do personagem
PV:
460/460  (460/460)
PM:
460/460  (460/460)
PR:
460/460  (460/460)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Samuel Parker em Qua Maio 06, 2015 11:17 pm



NEON


- Eu sou o filho de Apolo. Eu sou quente como o sol. - murmurei para mim mesmo, evitando olhar para aquele cara. Ele estava se pelando na frente de um macho. Tá, tem umas garotas aqui e talz. Mas tem um macho. Porra, um macho. Quer dizer, a Sofia tá aqui e... Ah, que se dane.

Sammy, seu desafio é fazer um stripe these, perante a nós.

Ah, vai se ferrar, peixedão. Quer dizer... Tem umas gatinhas aqui. E a Sofia tá aqui e... Ah, que se dane. Se ele for macho mesmo, não vai olhar para o meu corpo. E se olhar, qual o problema? Eu me garanto! Se bem que... Ah, esquece.

Comecei então a 'resolver' o problema. Comecei pelo terno escolar. Retirava suavemente aquela espécie de casaco que eu nunca soubera o nome, piscando o olho pra algumas gatinhas. Acho que pisquei pra Sofia. Ops. Sorria também. Queria exibir meu charme de filho de Apolo. Balancei aquela 'jaqueta' no ar, a girando e jogando pra alguém da rodinha. OBSERVAÇÃO: Favor devolver. É festa, sou filho de Apolo, mas estou com um frio do diabo. Fiz o mesmo com a camisa.

Não sabia se era pra parar por ali ou não, mas continuei. Tinha gritinhos de minhas fãs, e isso me excitava. Abri lentamente o fecho/zíper de minha calça, fazendo uma dança que eu diria não ter dado muito certo. Ok, quem liga pra dança? SAMUEL PARKER ESTAVA QUASE NU EM SUA FRENTE. PRA QUE LIGAR PRA DANÇA?

OK, CONCENTRA. Balancei levemente o quadril, passando a mão sobre a cintura e fazendo cair um pedaço da calça propositalmente, deixando a cueca exposta por alguns segundos - apenas o elástico, não se preocupem, gatinhas. Tudo bem, ok. Mas parei por ali.

- Se querem mais, visitem o chalé de Apolo após a festa. Meu amigo aqui está mais do que pronto pra alegrar a noite de alguém.

Passei a mão sobre os cabelos, atitude que faço involuntariamente. Não os desajeitei, apenas os embaralhei um pouco, nada que prejudicasse minha aparência. Me sentei novamente ao lado de Sofia, olhando para a pálida pele da garota.

- Minha rainha, como me saí? - falei, liberando um sorriso natural de um Apolino. OBSERVAÇÃO: É aqueles sorrisos que encantam a todos. - Ah, eu tenho certeza que me saí bem. Sua nota não importa, mas... Tem outra coisa que importa. - me levantei, a puxando pelas mãos e a levando para o centro da rodinha. Ouvi alguns 'hmmmmmmmmm' da 'platéia'. -  Todos estamos muito bêbados, todos estamos muito noiados. Tudo o que acontecer aqui pode ser dito que foi por culpa da bebida. Então não se envergonhe. Deixe o álcool assumir seu corpo e cumpra meu desafio. - coloquei minha mão sobre sua cintura, deslizando as mãos levemente para baixo. - Me beije. Dê o melhor beijo que conseguir. Quero que me faça sentir igual a um rei, minha rainha.

Spoiler:
Poderes: todos os que conquistam as gatinhas. -qq
Eu tô com preguiça de ir lá procurar, sorry.
Enfim, eu tô bem apertado, então não fiz nada muito bom.
Façam de conta que ficou legal e pronto.

Progênie de Apolo
Progênie de Apolo
avatar
Samuel Parker
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
460/460  (460/460)
PM:
460/460  (460/460)
PR:
460/460  (460/460)

Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/cueiozumbi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Qua Maio 06, 2015 11:54 pm

Apenas ver o sorriso ...

O lugar não era apenas belo esteticamente, claro que a decoração única tinha um charme que não esperava encontrar numa festa, contudo havia também um perfume que agradava muito, estar ali com a Ania era algo maravilhoso. Quando escutei sua pergunta, automaticamente senti o gélido toque da plaquinha em meu peito que me fez desviar o olhar do dela por míseros segundos, até reunir as palavras para a resposta:
- Bem.. Nunca pensei muito no que faria diferente da vida ou o que faria no futuro, mas com certeza eu queria pelo menos ter a chance de ver o rosto da minha mãe no dia que ela me deixou na porta da minha casa.- Disse olhando para ela com um sorriso sem jeito. - Quem sabe se ela estivesse rindo ao fazer tal sacrifício não faça eu pensar que ela fez o bem em me deixar aos cuidados de outros.
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Qui Maio 07, 2015 10:44 pm


Linkspartei



Ania abaixou a cabeça, sentindo-se envergonhada  pelo que havia dito, algo que na sua cabeça não era nada demais, porém que  logo se tornara. – Desculpe, eu não deveria ter perguntado, só... desculpa. – Não sabia mais o que dizer, sabia que histórias como aquelas deveriam ser comuns com pessoas  como eles, porém isso não as deixavam menos tristes, muito pelo contrário, piorava tudo, não conseguia entender o que levava as pessoas a agirem de certas formas, por mais que, muitas vezes, fizesse coisas desagradáveis e que deveriam ser reprovadas por outras.

Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Qui Maio 07, 2015 11:04 pm

Você é um amor...

Depois da resposta eu notei uma reação da Ania que eu mesmo estava acostumado, culpa, ela pareceu estar sem jeito pela pergunta tanto que se desculpou pelo menos duas vezes, foi então que dei uma risada e lhe acariciei o rosto com sutileza, falando:
- Calma, não foi nada, eu realmente estou bem e sua pergunta não foi nada demais, você é um amor. - Disse ficando vermelho pela última resposta e tentando concertar, contudo tenho o dom de piorar.- Digo, amor por que é gentil não por que é apaixonante, não que você seja feia ou algo assim, você é muito bonita, mas eu quis dizer educada, não que eu sinta...

No fim eu estava abaixando o rosto olhando para qualquer direção menos para o rosto dela de vergonha, cobrindo o rosto com ambas as mãos pedindo aos deuses para que minhas bochechas não estivessem vermelhas como tomates.
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Louis Alecssander em Qui Maio 07, 2015 11:18 pm




Party Hard!

This is how we fuckin party!
Louis batuca com os dedos na mesa no ritmo da música por alguns segundos até perceber que Robbie havia falado algo — Nunca participou de uma festa assim antes? Sério? Ah não, isso tá muito errado. Vai, procura alguma pessoa que você ache bonita no meio dessa multidão, daí eu vou falar com ela, armo o esquema de vocês e vocês ficam. — sugeriu. O modo calmo que ele falou mostrava que aquilo era uma coisa super normal, como se ele costumasse juntar casais todo dia. Tá, o último casal que Louis deu uma forcinha foi Francesca e Augustus, e não foi lá tanta coisa... Mas se estão juntos é porque alguma coisa certa Louis fez também.

Deu mais alguns goles no seu drink até deixar só metade. Foi quando Robbie perguntou se aquilo era bom — Hm, eu achei ótimo. Pega, pode provar. — e empurrou o copo para o lado, deixando-o bem de frente para seu meio irmão — Vai, vira tudo aí. — e sorriu.

Poderes Passivos:
[Nível 01] Beleza Avassaladora – Os filhos de Afrodite possuem uma beleza natural superior à da maioria dos mortais, e até mesmo semideuses. Seus movimentos e atitudes, mesmo que em combates, são imediatamente notados como graciosos, possuindo vozes doces e atraentes que são capazes de chamar a atenção até mesmo entre multidões. A atração pela sua beleza é imediata, atraindo qualquer orientação sexual mesmo que não haja a atração sexual e, com o passar do tempo, faz com que atacantes tenham dificuldades de realizar ataques agressivos com medo de danificar sua aparência.
Equipamentos:
• Chicote Sedutor [Couro e Bronze Celestial // Um chicote com cerca de três metros de comprimento feito em couro e banhado em bronze celestial. Libera uma substância química chamada feromônio a cada momento que é estalado contra uma superfície, causando no inimigo uma intensa atração sexual, impedindo gradualmente seus movimentos contra as proles de Afrodite, além de potencializar poderes de sedução que sejam usados em seguida. Quando não está em uso se transforma em uma pulseira dourada // Presente de reclamação de Afrodite]

• Manto Transformista [Couro // Um enorme sobretudo de couro que ao ser vestido pode mudar a aparência da prole de Afrodite para a de qualquer outro humano que desejar, seja do seu sexo ou do oposto. Quando é rasgado, destruído ou despido, transforma-se em uma pequena embalagem de presente que pode ser guardada no bolso].

• Eclipse [Arco // Prata // Arco longo feito de prata, com entalhes da lua em sua extensão. Quando ativado, adquire um brilho mágico, e faz com que as próximas três flechas atiradas com ele tenham acerto automático. Ou seja, as flechas não vão ser desviadas ou defendidas, indo diretamente até o ponto mirado, mas o tiro não pode ser fatal. Uma vez por missão. Quando não está em uso se torna um colar com um pingente prateado em forma de lua. Se o arco for perdido, retornará ao usuário na forma de colar. // Evento de Páscoa// Encantado por Edward Quinn]
Post 05 | Vestindo isso | Ouvindo nada =\
(c)



"I want you to know that it's our time
You and me bleed the same light
I want you to know that I'm all yours
You and me run the same course
"
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Louis Alecssander
Título : Novato
Fama : +3

Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Augustus Owen McKnight em Sex Maio 08, 2015 12:14 am

- Gus... estamos atrasados. - Disse Fran em tom alarmante, inclinando o corpo para trás para conseguir me olhar. - Aham... - Disse num tom distante e distraído, segurando seu cabelo e fazendo-a voltar a posição inicial, encostada na parede, a água caia aos montes por nossos corpos. - Augustus! - Exclamou ela com um meio termo de manha e gemido. Terminei de chupar seu pescoço e segurei suas coxas afastando as mesmas. - Sim amor...? - Perguntei, na maior picaretagem, sem prestar muito atenção, ainda com o tom distante. Ela tentou me afastar e eu a olhei com uma cara maliciosa, forçando ela outra vez contra a parede, segurei seus dois braços com uma mão e ela me olhou de forma submissa. - Gus... - Dizia de forma manhosa. - Estamos atrasados. - A festa é aqui mesmo, baby. - Falava com um sorriso no rosto.

...

Me arrumei e pouco tempo depois Fran apareceu. Um vestido azul que faria facilmente qualquer mulher iniciar uma guerra mundial pela última peça da loja. - Eh... você está bonita. - Disse com um tom qualquer, fazendo um gesto com a mão, escondendo o sorriso travesso. - Bonita? Só bonita? - Falou a garota, se aproximando com uma cara de indignação, deixei um sorriso tomar o rosto e ri um pouco. - É. Bonita... - Respondi. - Considerando que é muito mais linda quando está nua, em cima de mim, está bonita. Talvez até bonitinha. - Completei gargalhando, ela abriu meia boca e revirou os olhos. - Idiota! - Disse, parecendo ofendida. Me deu um murro no braço e foi até a porta, correndo de mim. Coloquei a mão entre a porta, impedindo que ela abrisse. A garota me olhou estressada e eu esbocei um sorriso. Encostando a garota na porta e beijando-a com sutileza, para não estragar sua maquiagem. Já havíamos perdido horas naquilo, ela não ficaria feliz em demorar mais. - Você está linda. A mulher mais linda que eu já vi, Frances. -

...

Dançamos por algum tempo, demos alguns beijos, a festa estava ótima, mas queria arrasta-la dali para algum canto. - Eu tenho uma ideia meu amor. - Dizia beijando seus lábios sutilmente. - Vamos. - Disse rindo, puxando ela pela mão até a porta laranja. Estávamos parecendo duas crianças. - Vamos amor. - Dizia puxando a garota pela mão, rindo demais.



Progênie de Ares
Progênie de Ares
avatar
Augustus Owen McKnight
Fama : Glória (Good)


Ficha do personagem
PV:
860/860  (860/860)
PM:
860/860  (860/860)
PR:
860/860  (860/860)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Pietro P. Beaumont em Sex Maio 08, 2015 12:22 am




Neon Party

No momento em que escuto as palavras de Louis, praticamente engasgo com o suco que eu bebericava, tossindo algumas vezes enquanto cobria os lábios com a destra. - O-O que?! - Pasmo e um pouco confuso, fito o moreno enquanto ainda processava a sugestão do mesmo.

Ok, ele definitivamente havia se oferecido para me arrumar um "encontro", e isso era algo de certa forma surreal para mim, tanto que nem sabia exatamente como reagir ao ocorrido. Eu nunca havia tido um relacionamento na vida, e apesar de alguns acharem antiquado, eu era um garoto romântico e sonhador, por isso achava que apenas "ficar" com alguém na festa era uma coisa errada.

- E-Eu não acho que seria uma boa ideia, Louis... Mas obrigado. - Profiro tais palavras de maneira tímida, tendo meu rosto claramente muito ruborizado. Realmente eu não estava nem sequer considerando a ideia do moreno, afinal eu havia vindo para cá apenas para me divertir e relaxar um pouco, me envolver com alguém não estava nos meus planos.

Volto a observar as pessoas que nos rodeavam, as quais dançavam animadamente no ritmo acelerado das batidas da música eletrônica que tocava ao fundo, até que meu meio-irmão me oferece sua bebida, dizendo para eu experimentá-la. Um tanto receoso, apanho o copo e lentamente levo-o aos lábios, sem tirar os olhos do meio-irmão.

Bebo apenas um pequeno gole, mas este foi o suficiente para que eu sentissa uma estranha sensação em minha garganta, boa, mas um pouco incômoda. Faço uma careta e devolvo o copo ao garoto - É bom, mas acho que muito forte para mim. - Proferia tais palavras em um tom animado e ria baixinho em seguida, imaginando que ele estaria me achando um bobo agora.

Poderes Passivos:
[Nível 01] Beleza Avassaladora – Os filhos de Afrodite possuem uma beleza natural superior à da maioria dos mortais, e até mesmo semideuses. Seus movimentos e atitudes, mesmo que em combates, são imediatamente notados como graciosos, possuindo vozes doces e atraentes que são capazes de chamar a atenção até mesmo entre multidões. A atração pela sua beleza é imediata, atraindo qualquer orientação sexual mesmo que não haja a atração sexual e, com o passar do tempo, faz com que atacantes tenham dificuldades de realizar ataques agressivos com medo de danificar sua aparência.

Roupa:

The Beauty is in the Eyes of the Beholder.
Bluee @ CG



Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Pietro P. Beaumont
Título : Indefinido
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
380/380  (380/380)
PM:
380/380  (380/380)
PR:
380/380  (380/380)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Sofia Mirrors em Sex Maio 08, 2015 6:19 pm

APOCALYPTIC

Sarah estava bem ao meu lado e tudo o que eu queria – por mais esquisito que aquilo fosse – era poder abraçá-la e tê-la em meus braços enquanto toda aquela diversão nos rodeava. Um sorriso malicioso apareceu em meu rosto assim que a voz da garota chegou a meus ouvidos e, com um jeito um tanto sedutor, mordi o lábio inferior, mostrando que a noite prometia muito mais do que apenas olhares e situações em que pessoas se envolviam com bebidas e drogas verdadeiramente ilícitas – eu tinha visto alguém usar ópio por aí, mas não me interessei muito na situação do colega.

Sem fazer muitos comentários, prossegui a observar o jogo, vendo Samuel ser, finalmente, desafiado. Ele deveria fazer um grande strip e, embora não gostasse tanto assim do garoto – éramos apenas amigos, oras –, esta era uma coisa que eu adoraria ver. E enquanto ele se despia e tentava dançar de uma maneira estranha, eu gesticulava positivamente para aqueles que adentravam a roda, pedindo que somente se sentassem e tomassem das bebidas que giravam entre nós.

Sammy me lançava olhares tão quentes que pareciam queimar minha pele e, mesmo que interessada em Sarah – de forma extremamente amorosa e sexual –, não podia deixar de notar quão belo e atraente o garoto era. Bati palmas, esperando poder dar meu veredicto, seguindo o caminho das outras garotas que ali estavam. Ria, me divertindo com a brincadeira, sabendo que havia muito pela frente.

— Você se saiu... — ele me cortou, logo passando um desafio – depois, claro, de enrolar um tanto fazendo um grande discurso comprometedor. A forma como fizera deixara-me ao mesmo tempo irritada e excitada e, como nunca recusava um desafio, levantei-me lentamente, percebendo os olhares de meus companheiros sobre mim. Podia sentir o fuzilamento eminente do olhar especial da garota ao meu lado.

Ele deslizou as mãos por minha cintura e, com um passo da proximidade, abracei-o de forma sucinta, beijando seu pescoço de forma lenta, mordiscando sua pele antes de atravessar a barreira do autocontrole.

Vejamos, eu nunca fui de me controlar sexualmente. Quando tinha vontade, fazia, independente de estar em um relacionamento ou não. Nunca fora muito boa naquilo, na verdade, me relacionar apenas com uma pessoa. E, quando toquei meus lábios nos do garoto de Apolo, senti o calor dominar meu corpo e, como ele havia dito, deixei-o tomar conta do meu ser.

Eu o beijava com vontade, arranhando sua pele nua com as unhas recém-arrumadas, aprofundando as sensações que tínhamos naquele instante. Nossas bocas se tocavam com ferocidade e eu apenas queria explorá-lo mais fundo, devorá-lo por inteiro. Quando mais o tinha, mais o queria e pareceu, por um minuto, que eu conseguiria mais do que aquilo, já que senti algo devidamente estranho tocar minha barriga – esperava que não fosse um celular e sim o que todos nós imaginamos quando digo isto.

Detive-me quando dei-me por satisfeita. Havia um rubor acalorado em meu rosto e meus lábios pareciam molhados por demais – com saliva, é claro. Afastei-me, tirando minhas mãos do corpo do garoto – em verdade, meus dedos estavam na borda da única peça de roupa que ele ainda possuía no corpo, mas não me incomodei muito com aquilo. Todos sabiam da minha prática e mentalidade de liberdade sexual, certo?

— Por isso, é dez. — eu dei a nota do desafio anterior, pegando uma garrafa de vodca e um copo de duzentos mililitros – 200 ml, para quem não conhece. Enchi a primeira vez, sabendo que logo ou o menino estaria alto demais para pensar, entorpecido demais para apanhar ou simplesmente fora da festa, vomitando suas tripas fora. Esta era a vingança que eu havia criado para mim mesma. Esperava que Sarah entendesse aquilo e perdoasse meus sentimentos carnais, que, por alguma razão, estavam sempre à flor da pele.

E pensando nela, eu deveria desafiá-la. Tinha ideias sobre deixá-la nua, mas não queria que minha garota se despisse na frente dos outros. E eu não iria pedir para que me beijasse; seria desgostoso ela ter de provar da saliva alheia – uma saliva que não era só minha agora.

— S., minha querida, eu te desafio a... — disse, já mudando completamente a visão e o pensamento do grupo, enquanto percebia que Samuel parecia um tanto incomodado atrás de mim. — Sem beijar meus lábios, arrancar todas as minhas peças de roupa. Digo, todas que não sejam roupas íntimas. — sim, eu havia feito aquilo. — E você deve fazer isso de uma forma a me deixar excitada. Esqueça os rapazes. Você sabe como o fazer. — e ela sabia mesmo.

ORDEM DE DESAFIOS:
— Sofia desafiará Sarah.
— Sarah, se cumprir o desafio de Sofia, desafiará Nicole. Senão, perderá a vez e salvará Nicole.
— Nicole, se cumprir o desafio de Sarah, desafiará Claire. Senão, perderá a vez e salvará Claire.
— Claire, se cumprir o desafio de Nicole, desafiará Lucas. Senão, perderá a vez e salvará Lucas.
OBSERVAÇÕES:
Não revisei, foda-se! <3
Eu sou a rainha do jogo, então, óbvio, estou no Desafio e Desafio e estou usando isto aqui. Obrigada, de nada.
give you one last shot, go on and hit it
give you one last time to make me miss it
WHAT KATY DID


Progênie de Atena
Progênie de Atena
avatar
Sofia Mirrors
Título : Indefinido
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
620/620  (620/620)
PM:
620/620  (620/620)
PR:
620/620  (620/620)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Sarah E. Burkhardt em Sex Maio 08, 2015 8:04 pm



i will be stronger than you

Eu tinha um único e gigantesco defeito: era extremamente possessiva com as coisas que gostava. Isso incluía as poucas pessoas que se tornavam próximas à mim. E por algum tipo de maldição do universo em minha vida, os olhares pareciam cair sobre a ruiva que me enfeitiçou constantemente. O menino-nu, por exemplo, parecia bem interessado nela. Lancei para ele um olhar assassino que podia dizer ser extremamente eficiente. Afinal, filhos de Ares não eram reconhecidos por sua bondade e calma.

O tal Sammy, o stripper, começou com uma dança meio desengonçada a se despir. Ele era bonito. Bem bonito para falar a verdade, ainda mais sem roupa. Mas quando o olhar dele caiu sobre Sofia e eu ouvi qual era seu desafio, cerrei os punhos com força. Are you fucking kidding me?! Eu tive que usar toda a minha força de vontade para não ir até lá, puxá-la e socar aquele rapaz até minhas mãos sangrarem. Imaginem meu estado de nervos como ficou quando vi a futura, ou até mesmo atual, mulher da minha vida beijando o rapaz com energia. Desviei o olhar para a garrafa de bebida que tinha em mãos e dei mais goles do que planejara. Enquanto o líquido queimava minha garganta, me ergui. Foi no instante que ela o soltou. Perfeito. Machucá-la, nem que por um incidente, não fazia parte dos meus planos.

Dei dois passos em direção a eles com um largo sorriso irônico, enquanto a escutava dizer qual seria meu desafio. Agradeci não precisar beijar seus lábios. Afinal, ainda lembrava de seu gosto em minha boca. Não desejava estragar isso com a saliva do filho de Apolo no meio. Minha expressão de fúria contida era óbvia. – Será ótimo continuar de onde paramos, Soph. - Falei para ela, e por alguma razão toda aquela raiva me deixava mais excitada por ela. Eu a puniria, mas do meu jeito. Virando-me para Sammy, praticamente joguei a tequila em seus braços. – Pode segurar pra mim, garanhão? – E antes mesmo que ele pudesse responder, ergui meu punho esquerdo e com um perfeito direto acertei seu rosto bonito em cheio. Não sabia o que Sofia pensaria daquilo, mas quem disse que eu fazia o tipo de pensar antes de agir?! Depois daquela, o rapaz teria um nariz quebrado sem sombra de dúvida. Afinal, vinha praticando boxe pra isso. – Ela é uma rainha, darling. Mas eu sou o único rei que ela precisa. – Ameacei com um leve sorriso, apontando para seu peito desnudo como se ele não fosse um campista mais experiente que eu.

+18:
Não esperei sua resposta, muito menos que minha raiva se apaziguasse. Avancei contra Sofia como um animal faminto corre para sua refeição e sem tanta delicadeza segurei seu braço esquerdo e a girei, lhe fazendo ficar de costas a mim e pondo a outra mão ao redor de sua cintura lhe prendi contra mim. Minha boca atacou sua orelha com mordiscadas ferozes, enquanto sussurrava com um tom rouco de excitação. – Você é minha, Soph. E eu vou te provar isso.

Tudo o que eu queria era tê-la em meus braços outra vez, e não importava se aquela era uma cena pra os outros jogados. Soltei seu braço e enquanto meus lábios chupavam e mordiam a pele branca e macia de seu pescoço sem pudor, minhas mãos subiram por sua cintura e agarraram aquele par de seios que tanto desejava tocar. Eu a apertava com força, os massageando de uma forma erótica, mas ainda sim cuidado para não feri-la. Dei a volta, parando na frente dela e logo meus beijos desceram para seu decote. Com certo pesar, soltei seus seios e deslizei minhas mãos para suas costas, indo cada vez mais baixo. Dei uma apertada em sua bunda tão maravilhosa enquanto deliberadamente deixava meus seios se roçarem nos seus. Podia ouvir alguns assobios vindos dos outros semideuses da sala, mas nenhum deles me interessava. Estava prestes a fazer o que desejei desde que a vi pela primeira vez: tirar suas roupas. Sua leve saia laranja facilitava meu trabalho. Quando minhas mãos chegaram em suas coxas não foi difícil chegar na pele quente de seus membros inferiores tão torneados. Sei tanta dificuldade, graças à minha força avantajada, a ergui em meus braços, passando suas pernas ao redor da minha cintura. Pela primeira vez desde o beijo com Sammy senti vontade de tomar sua boca com ferocidade, mas não podia. Era parte do desafio.

A carreguei até o puff que ela antes sentava e lhe joguei ali, me ajoelhando ainda entre suas pernas para manter o contato entre nossos corpos. Nessa altura, meu corpo inteiro estava em chamas. Minha respiração era ofegante, meu joelho pressionava seu fruto proibido, e minha excitação era tanta que poderia ser palpável. Me afastei o bastante para que pudesse me abaixar, para dar atenção à suas pernas. Não havia limites, o desafio só não me perdia beijá-la. Bem, eu aproveitaria bem isso. Enquanto ia subindo a saia do vestido, meus lábios tocaram a pele sensível da parte interna de sua coxa, sugando a área com agressividade. As marcas avermelhadas nos locais que eu lhe apertara só me deixavam mais insana. Eu olhava para cima, fitando seu rosto. Queria ver suas expressões. Queria ver suas reações. Logo minhas mãos estavam em sua cintura, assim como o vestido. Podia ver sua calcinha preta e, grande Ares, aquela garota podia matar um só aquela visão magnífica! Para acompanhar a retirada de sua roupa, fui subindo os chupões até parar na única peça de tecido que ela tinha na parte inferior do corpo. Lancei um sorriso travesso para Sofia, e lentamente, passei minha língua por cima da calcinha. Queria sentir sua umidade e acima de tudo, provoca-la ao máximo. Não me demorei, pois ainda faltava expor seu busto. Beijei e suguei cada pedaço de pele de sua barriga sequinha, mantendo a rapidez e a “violência” de antes. Quando minhas mãos chegaram em seus ombros, eu a puxei para mim, o bastante para que ela liberasse a passagem do vestido por seu corpo. Meu olhar pairou sobre o seu, mostrando-lhe minha confusão de sentimentos. Não sabia se a amava ou a odiava, se estava apaixonada ou com raiva. Tudo o que sabia era que eu queria muito mais do que aquilo. Desviei meus olhos para seu busto, coberto apenas pelo sutiã e tive que resistir ao impulso de arrancá-lo e tomar seus seios em meus lábios. Me contentei em dar um beijo delicado, ao contrário do tudo que havia feito até então, em cada um deles pelo decote, antes de erguer meu rosto até que ele ficasse na altura do dela.

Meu peito subia e descia rapidamente, mas eu queria mais. E eu queria que ela também quisesse e viesse comigo para outro lugar. Mas não lhe fiz essa pergunta. Quer dizer, se o sentimento fosse recíproco, ela não beijaria o Sammy daquele jeito, certo? Também não gostava da ideia de ter o menino-nu e o stripper lhe vendo daquele jeito, então me apoiava sobre seu corpo de forma que escondia sua nudez parcial de olhos curiosos. Então, escondendo a tristeza que me abatia pela cena presenciada, sorri para ela. – Diga-me o mais deseja, minha rainha.

Roupa/Situação:
Vestido thanks Livs <3

Jogando Desafio ou Desafio, bitches.

valeu @ carol!



I AM HELL BOUND



Look into my eyes
It's where my demons hide
Don't get too close
It's dark inside
IT'S WHERE MY DEMONS HIDE

Progênie de Ares
Progênie de Ares
avatar
Sarah E. Burkhardt
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
380/380  (380/380)
PM:
380/380  (380/380)
PR:
380/380  (380/380)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Maio 09, 2015 8:33 pm


Linkspartei



As palavras do jovem fizeram com que ela se sentisse um pouco menos  culpada e bastante envergonhada, além de, obviamente, lisonjeada. Ao mesmo tempo em que via o jovem ficando vermelho, Ania também ficava. Soltou uma leve risada doce. – Você é fofo, sabia? Não precisa se desculpar. – Olhou nos olhos de Jack e sorriu.

Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Sab Maio 09, 2015 8:39 pm

center>
Festa...

- Obrigado eu acho... Não sei se sou fofo.

Respondi a menina olhando nos olhos dela e ficando um pouco sem jeito pelo que falei e pela forma que ela me olhava e sorria, na minha cabeça eu fizera algo bobo ali e não sabia o que fazia, apenas ri observando a menina.
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Maio 09, 2015 8:50 pm


Linkspartei



– Bem, você foi fofo antes, pelo menos. – Falou enquanto abaixava a cabeça e ficava mexendo os dedos. – Você não precisa se preocupar com o que fala, ou faz, não aqui.

Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Sab Maio 09, 2015 8:55 pm

center>
tentando não estragar tudo...

Desci meus dedos pelos cabelos da Ania quando ela abaixou a cabeça e começou a mexer os dedos, queria que ela olhasse para mim e eu pudesse ver seu sorriso, seria uma imagem novamente incrível.
- Eu só tenho certo receio de falar algo errado para você. Sabe como é? Tipo, medo de estragar tudo, eu sempre faço isso, então...
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Maio 09, 2015 9:11 pm


Linkspartei



Sentia o toque de Jack em seus cabelos, fechou os olhos e ergueu a cabeça, voltando a abrir as órbitas oculares, tudo sem parar de sorrir. As palavras do jovem eram ouvidas com atenção. – Não tenha medo. O medo nos impede de alcançar coisas boas. E não há nada que você possa dizer que vá estragar essa noite. - Levou a mão esquerda até a de Jack, sobrepondo a mesma.

Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Sab Maio 09, 2015 9:15 pm

center>
Sempre com medo...

Quando ela colocou a mão dela sobre a minha eu sentir meu coração acelerar levemente, senti que cada palavra que ela disse fazia sentido para oque eu pensava no momento, será que ela consegue ler mentes.
- Eu entendo que o medo impede as coisas, eu sempre fico nesse dilema quando quero ou gosto de alguma coisa importante para mim... Medo de estragar tudo. - Falei virando a mão e cruzando meus dedos aos dela.
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Maio 09, 2015 9:21 pm


Linkspartei



– E eu sou tão importante assim? – Falou, após analisar a fala do jovem. Os seus dedos estavam entrelaçados com os dele, sua respiração já não estava tão controlada quando normalmente, mas ainda conseguia disfarçar. – As vezes é melhor arriscar, do que se arrepender por nunca ter feito o que se queria fazer, no caso, dizer.

Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Sab Maio 09, 2015 9:24 pm

center>
Travando em 3,2,1...


-Nem... Nem.. Nem sempre é dizer, às vezes é fazer e estragar tudo...- Falei sentindo meu corpo esquentar, minha respiração estava descompassada e e já travava, estava perdido nos olhos da Ania, sentia o toque dela na minha mão e isso só aumentava a sensação boa no meu corpo. - E você está sendo muito importante para mim, agindo e falando comigo, normalmente não agem assim comigo, ou se importam comigo.
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Maio 09, 2015 9:39 pm


Linkspartei



– Claro que eu me importo, não tinha como ser diferente. As outras pessoas nem sempre conseguem ver quais são as melhores pessoas para se aproximar, para manter perto. – A voz saia um pouco trêmula. O corpo parecia imóvel, congelado, porém por dentro estava tudo bem, uma sensação agradável invadia, cada vez mais, sua alma. – Nada que  possa fazer será tão ruim a ponto de estragar tudo.

Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Sab Maio 09, 2015 9:54 pm

Impulsos...

- Eu... Falo normalmente aquilo que vem na cabeça e muitas vezes ajo por impulso... - Falei ficando com a bochecha vermelha, fazendo um leve carinho no rosto dela com a outra mão pensando se era certo ou não, mentalmente ainda achava que podia estragar tudo.- Um desses impulsos era não te largar quando dançávamos, por que gostei de estar perto de você, outro era dizer que você é bonita por que é uma coisa que venho pensando desde que se sento comigo e mostrou como você é, mas o outro impulso é que provavelmente vai estragar tudo...
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Ania van Bartz em Dom Maio 10, 2015 7:19 pm


Linkspartei



Com o toque do jovem, Ania inclinou, levemente, o rosto contra a mão dele. Ouvia atentamente cada palavra que  lhe era dita, enquanto fitava os olhos de Jack. – Todos eles, até então são, ou melhor, foram, agradáveis, nada capaz de estragar essa noite. – Aproximou-se um pouco mais de Jack, enquanto falava  de forma suave. – Não precisa ter medo, não importa o que seja.
Armas Levadas:

• Sabre do Vento [Bronze Celestial // Um sabre forjado em bronze celestial que é capaz de se transformar em um anel quando não está em uso. Possui a habilidade de, duas vezes por missão, cortar o ar tão rápido em seus golpes que se torna completamente invisível durante o restante do turno // Presente de reclamação de Hermes].








Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 16

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Jack B. Collins em Dom Maio 10, 2015 8:18 pm

Ambos querem?


Com as palavras da Ania meu corpo foi chegando mais perto do dela, os rostos estavam se aproximando até que eu podia sentir a respiração dela e notar toda sua beleza mais de pertinho, olhei nos olhos dela e deixei escapar pelos meus lábios:
- Você tem certeza que não vou estragar tudo? E se não quiser também?- Disse chegando um pouco mais para frente e tocando a testa com a dela.
♦ Son of Hephaestus♦ @ CG
Progênie de Hefesto
Progênie de Hefesto
avatar
Jack B. Collins
Título : Indefinido

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BAILE DE GALA... NEON!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares
» BAILE DE GALA... NEON!
» Salazar Salvatore(Sabá) VS Nixa Romanov (Camarilla) (Algis Narrador)
» [Cerimónia] Tomanda de Posse da Comandante-Chefe do ERP
» Orient Express (Crônica Livre)
» Requiem for the Truth - Campanha

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum