[RP FECHADA] Friend or Foe?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Gaël Berwanger em Sex Ago 21, 2015 12:21 am

Friend or Foe?

Esta RP Fechada se passa no dia 09/08, entre Gaël Berwanger e Ania van Bartz, tendo como seu local o Pátio dos Chalés e como horário 3:40 pm.


Progênie de Deméter
Progênie de Deméter
avatar
Gaël Berwanger
Título : Novato
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
320/360  (320/360)
PM:
320/360  (320/360)
PR:
340/360  (340/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Gaël Berwanger em Sex Ago 21, 2015 1:08 am


do i wanna know, if this feeling flows both ways
Acordo de súbito com o barulho de um vaso sendo quebrado e passos pesados se afastando. Levantando-me com precisão, corro na direção da janela, e consigo ver apenas um vulto negro se afastando pelo pátio, e logo abaixo, um vaso de barro com uma planta carnívora esparramado na grama, com a terra negra se espalhando também pela parede do chalé. Reviro os olhos, em seguida, olhando para o relógio e vendo que já estava no meio da tarde, com certeza passara da hora de levantar da cama.

É óbvio que a inutilidade dos dias iam passando, e o verão estava nada mais nada menos que um tanto interessante. Eu descobrira ser adotado, também ser um semideus, logo após saber que criaturas fantásticas, como monstros, deuses e outros também existem, e ah, mais uma coisa, minha mãe é a deusa grega da agricultura chamada Deméter. Eu adorara isso, pelo fato de ser uma deusa elemental, trabalhar com a terra.

Visto uma camiseta laranja do acampamento e coloco meus tênis. Já dormira com a bermuda de jeans maleáveis para não me atrasar para qualquer coisa que eu tivesse que fazer, então, simplesmente pego uma pá de jardinagem e me dirigo até fora do chalé, observando o pátio e analisando cada uma das pessoas que ali estavam, tentando localizar o ser que quebrou meu amado Trevor. Sim, eu chamava a planta carnívora de Trevor. Junto a terra, colocando de volta no vaso que não quebrara, e a planta coloco debaixo da mesma, dentro do vaso, de modo que ficasse enterrada, talvez como um defunto. Ao terminar, coloco o vaso de volta na janela, e me encosto na parede, deixando as mãos sujas suspensar, para não sujar nada.


Progênie de Deméter
Progênie de Deméter
avatar
Gaël Berwanger
Título : Novato
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
320/360  (320/360)
PM:
320/360  (320/360)
PR:
340/360  (340/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Ania van Bartz em Sex Ago 21, 2015 1:33 am


Friends or Foe?


Já era tarde. Aquele dia parecia não passar, os segundos se estendiam. A temperatura, depois um bom tempo bastante superior ao natural, havia voltado ao seu estado padrão, para a felicidade de todos, ou quase todos, afinal sempre tem um do contra que gosta mais do que o normal do colar. Caminhando, sem rumo pelo acampamento, Ania seguia trocando palavras com o seu amigo, que muitos diziam até ser imaginário, fazendo disso algum tipo de gozação pela sua pouca idade. Porém o psicológico da jovem era forte, não era afetado por indiretas infantis, até parecia que eles que eram crianças.

Não vai treinar hoje? Já fazia algum tempo que Ania não treinava tão intensamente quando nos últimos dias, porém aquele dia em especial ela resolveu tirar colocar suas ideias em ordem. Os últimos sonhos e lembranças lhe atormentavam todas as noites. Já não aguentava mais, precisava esquecer, apagar, ou melhor, esconder tudo que se passava naquela mente pensante inconstante. – Não! Hoje não. Preciso de um tempo para mim. – Por mais que gostasse de realizar alguns treinamentos, às vezes sentia a necessidade de não fazer nada, de apenas ouvir sua mente, e coração. Era o que pretendia fazer naquele dia, porém nada,  nunca acontecia da forma como planejava. Parecia ser karma de semideus.

Há havia dado um volta inteira no acampamento e, naquele instante, voltava para o seu chalé. Ao se aproximar da área, viu uma cena não tão incomum: um filho de Deméter cuidando de uma planta, aparentemente ela havia caído, ou sido derrubada por alguém, e ele estava colocando tudo no lugar. A bondade de algumas pessoas lhe assustava. – Não entendo. Por que eles não se preocupam com algo realmente sério, importante? Nossos parentes estão nos manipulando e ninguém percebe isso, querem apenas que nos tornemos guerreiros para que possamos lutar as causas deles, e não as nossas, lutar no lugar dele, pois são um bando de gordos e folgados, que não queria levantar a bunda da cadeira e ir fazer algo importante para o mundo, para a vida. – Ao falar isso, passava justamente em frente ao chalé de Deméter.

Eu já disse você é diferente, por isso escolhemos você. Ania parou e olhou para o jovem recostado na parede. – Enquanto a natureza sabe se cuidar muito bem, nós humanos nos preocupamos em cuidar dos outros e não de nós mesmos. – Realiza uma pequena pausa. – Depois ainda dizem que somos os seres racionais do planeta. Ah tá. – Balançou a cabeça enquanto encarava a planta bastante... diferente. Tentava demonstrar algum interesse em relação à planta.

Legenda:
– Falas de Ania.
Morto(fantasma) servo de Érebo.






Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 15

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Gaël Berwanger em Sex Ago 21, 2015 1:53 am


do i wanna know, if this feeling flows both ways
Arqueio as sobancelhas e olho para a garotinha que parara ali, ela falava rápido, de um modo duro, como se tivesse esquecido como é ser criança. Ela não aparentava ter mais de treze anos, e de súbito, a reconheci como filha de Hermes, que eu sempre via quando frequentava o chalé.

Ela falava mal dos deuses, e dizia também que a natureza sabia se cuidar sozinha. Dou um leve sorriso, e de modo apreensivo, deixo o vaso e ali e busco outro, desta vez, o vaso de plástico continha uma margarida, minha flor predileta.

— Sabe, os deuses têm seus costumes estranhos, e até mesmo, revoltantes - Eu falava com uma calma absurda, mas tinha medo, que de alguma forma, um raio caísse do nada na cabeça dela. — Mas tudo está aqui por eles, cada um deles tem sua parte no universo, eles nos deram dons, e agora, chega a hora deles descansarem e nós fazermos algo em prol do mundo. - Pisco de leve, meus olhos já ardiam, bato um pouco a terra da margarida, de modo que ela ficasse fofa. Então pego um regador pequeno, que estava sempre pendurado na parede e sempre cheio, rego um pouco a planta. — Você não vê? Somos racionais, sim, mas de uma forma ou de outra, tudo está conectado, todos precisamos uns dos outros. Os deuses precisam de nós da mesma forma que esta flor precisa de mim, entende meu raciocínio? - Então, me viro para ela, meu sorriso calmo não refletia certo nervosismo em meu íntimo, não era algo comum aquilo, a garotinha era realmente inteligente, usava palavras polidas, então, provavelmente, sua idade mental era bem superior à física, supus então que fosse simples chegar a uma conclusão com ela, sem briga.


Progênie de Deméter
Progênie de Deméter
avatar
Gaël Berwanger
Título : Novato
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
320/360  (320/360)
PM:
320/360  (320/360)
PR:
340/360  (340/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Ago 22, 2015 4:51 pm


Friends or Foe?


Ania revirava os olhos enquanto o garoto falava. Como você consegue ficar com essas pessoas? Agora entendo porque queres tanto sair desse lugar. As palavras do filho de Deméter davam nojo na jovem. O sorriso dele lhe irritava. Não conseguia entender como alguém conseguia ser feliz naquele lugar.– Você fala como se mundo depende-se de nós. – Voltou a olhar para ele, dessa vez com seriedade. – Agora posso te contar um segredo? – Perguntou ironicamente. – Ele não depende. – Havia mais frieza do que nunca em sua voz, e morte no olhar. – O mundo existiu por milênios antes da nossa existência e olha, ele funcionava muito bem. Fomos criados para sermos escravos dos deuses. – Ela sabia que não adiantava falar aquelas coisas, pois ninguém entendia, todos pareciam cegos, alienados pelo poder.

Adimiro a sua perseverança em ainda tentar abrir os olhos desses vermes. Ela não suportava a ideia de quem defendia os deuses a todo custo, sem pensar o porque, mesmo que para isso tivesse que ir contra alguns de seus valores. Não aguentava mais ficar  naquele lugar, estava cansada de todas aquelas pessoas, de ter que  obedecer ordens que não fazia sentido. Toque de recolher? Que coisa mais idiota, ela queria era ficar deitada sob o céu estrelado, e não ficar trancafiada dentro do chalé. Aquilo era o que, um acampamento para acolher os semideuses, ou um presídio?

– Você está sabendo do tal torneio que os deuses estão organizando? Você acha mesmo que se eles ligassem para nós, iriam propor algo que nos matasse? “Eles vão nos reviver” Baboseira. Eles querem é nos ver morrer, sofrer, pois isso é diversão. Eles estão fazendo conosco o que os romanos faziam com os leões e cladiadores, o que os espanhóis fazem com touros e toureiros. Mas vocês não vêem não é? Apenas o lado bom importa. Não querem pensar e irritar alguém que tem o poder maior. Apresentam medo. – Não falava com raiva, mais sim com frieza. Acreditava fielmente naquilo, porém sabia que era uma das poucas, sabia que aquele garoto não iria mudar de opinião, era bonzinho demais, tinha mente pura. Já Ania não, não havia mais pureza naquele pequeno ser, eles haviam tirado tudo, levado toda ela embora, só restava a dor da  realidade, a solidão... e o seu Mestre.

- Quantas guerras ocorreram e ainda ocorrem por conta de um ou mais deuses? Quantos problemas da humanidade poderiam ser facilmente resolvidos por conta de um simples auxilio de um deus? Os homens brancos escravizaram os negros e os deuses deixaram, sabe porque? Os homens são a representação dos deuses na terra. Os brancos seriam os deuses e os negros, os mortais. Se os deuses se preocupam conosco, porque não ajudam? - Ela tinha um pensamento bem definido.Você é a única que entende isso, desista. Só vai criar inimigos aqui dentro, tornar a convivência mais insuportável. Ele parou por um tempo, mais depois começou a rir. Seu amigo queria aquilo.Vai ser divertido. Você foi um achado, criança. Ania sorriu pela primeira vez, parecia achar graça, e da fato achava. Seu amigo fantasma conseguia lhe entender, pelo menos agora ela tinha uma pessoa com quem conversar. E não ligava em criar desavenças, não gostava daquele lugar, e nem iria passar a gostar.

Legenda:
– Falas de Ania.
Morto(fantasma) servo de Érebo.






Progênie de Hermes
Progênie de Hermes
avatar
Ania van Bartz
Título : Indefinido
Idade : 15

Ficha do personagem
PV:
700/700  (700/700)
PM:
700/700  (700/700)
PR:
700/700  (700/700)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Gaël Berwanger em Sex Ago 28, 2015 12:36 am


do i wanna know, if this feeling flows both ways
A garotinha só conseguia apresentar ódio e frieza, algo não muito convidativo para Gaël. De certa forma, o filho de Deméter entendeu um pouco o que ela queria dizer, mas ela parecia ignorar um fato. — Claro que não depende de nós, não apenas de nós. Como eu disse, estamos todos conectados, e isso significa que de alguma forma, o mundo depende de todos nós, tanto semideuses quanto deuses, sátiros, ninfas, todo mundo. - A expressão cautolosa que ia tomando a face de Gaël era cada vez mais notativa, e quando a semideusa parou de recitar seu discurso cheio de ódio, ele continuou:

— A questão não é irritar os deuses, o que importa é a glória que vamos ganhar matando nossos oponentes, rios de dracmas talvez. - Um olhar sonhador tomava conta dele, quase derrubara o vaso em sua mão, só de pensar no que poderia ganhar vencendo aquilo tudo. Claro, também era horrível com as pessoas, mas o fato de não morrerem de verdade ajudava. — Mas bem, você parece ser apenas mais uma garotinha de treze anos recitando seus discursos de ódio pelo simples fato de ter sido rejeitada. - O tom provocativo era perceptível em sua voz, se a dança seria assim, que ele fosse o melhor dançarino.

Ele sabia que ela não era só mais uma rejeitada, o modo qual ela falava indicava que ela era muito mais avançada do que muitos ali presentes no Acampamento, e isso provavelmente, devia deixar todos nervosos.

— De fato, eles não se preocupam conosco mesmo, estão ocupado lutando suas guerras interiores. Não estou interesado em defendê-los, mas sabe, sua compatação cabe muito bem ao que você deve fazer consigo mesma. A sua guerra interior pode ser facilmente representada por um homem branco maltratando um escravo negro, e o escravo se enchendo de ódio. - Ele tenta sorrir de canto, enquanto pegava outro vaso, agora com uma plantinha engraçada, qual ele mesmo não sabia o nome. Pegou o regador e regou-a um pouco, acariciando o caule esverdeado da mesma, então, tornou a olhar para a menina, dizendo: — A propósito, eu nem sei seu nome. - Estendeu a mão direita para ela, com um sorrisinho. Não a culpava, não mesmo, ele sabia como era difícil estar naquele local. — Gaël Berwanger, suponho que seja um prazer.


Progênie de Deméter
Progênie de Deméter
avatar
Gaël Berwanger
Título : Novato
Idade : 20

Ficha do personagem
PV:
320/360  (320/360)
PM:
320/360  (320/360)
PR:
340/360  (340/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Friend or Foe?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum