[RP] What Now?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] What Now?

Mensagem por Jason Owen McKnight em Sex Ago 21, 2015 10:46 pm

Informação

RP fechada entre Ragnar (filho de Nêmesis) e Jason (filho de Afrodite), ambos recém-reclamados. É madrugada, quase no alvorecer do dia. Jason está preocupado com Ragnar, que está desmaiado na enfermaria. Conteúdo livre.
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Jason Owen McKnight
Título : Novato

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Jason Owen McKnight em Sex Ago 21, 2015 11:20 pm

And The Cats In The Cradle
A conversa com Quíron não havia sido muito longa. Acho que ele sabia que eu estava preocupado com Ragnar e logo me deixou ir, mas eu sabia que ele estava preocupado com algo no acampamento. Não era novidade que havia algo errado. Mesmo assim, eu não podia parar de pensar no loiro. Será que ele estava bem? Eu esperava que sim. A criatura causara muitos problemas para ele.

Na enfermaria, tratado, ele parecia sereno, como se estivesse apenas dormindo. Eu realmente queria que fosse apenas nisso. Precisava que ele estivesse em quando pedisse desculpas pelo que diz. Não doi intencional, apenas queria ajudá-lo.

Estava na expectativa de que ele acordasse logo. Mas será que ia?
YsoseriousM
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Jason Owen McKnight
Título : Novato

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Ragnar S. Lothbrok em Sab Ago 22, 2015 12:08 am


What Now?

Muitas pessoas se agruparam ao quarto de um dos pacientes naquela noite. O paciente chegara carregado por outro campista acusando que haviam sido atacados por um monstro. Mas um monstro dentro do acampamento? Como isso era possível? Muitos campistas ficaram em choque ao verem o estado do paciente. O corpo do mesmo estava todo machucado. Em algumas partes sua pele demonstrava hematomas roxos e negros, só de olhar para aquela área muitos vomitaram. Seus machucados não se comparavam a cortes de espadas ou queimaduras, eram machucados provenientes de ataques necrotizantes.

Todos os enfermeiros e enfermeiras se dedicaram aquele único caso, expulsando Jason do quarto. Jason fora o único que vira o que acontecera. Muitas pessoas perguntaram sobre o ataque quando ele passou por elas, mas todas foram ignoradas. O jovem já estava traumatizado demais e não queria lembrar do ataque, ele já teria que fazer isso mais uma vez relatando o acontecido a Quíron. Antes de Jason deixar a enfermaria o grito de dor vindo de Ragnar penetrara seus ouvidos.

Dentro da enfermaria um tratamento de emergência acontecia. Somente os enfermeiros tiveram a permissão para ficar na ala aonde Ragnar era tratado. O filho de nêmesis tivera a pior noite de suas vidas. Apesar de adormecido ele sentia dor sempre que suas feridas eram tocadas ou tratadas. Ele acordava de seu sono profundo somente para gritar e recair a este. Sua febre estava altíssima o que preocupava a todos. Ele não dava nenhum sinal de recuperação.

[...]

─ Aonde estou?

Estava perdido. Não conseguia ver e nem ouvir absolutamente nada. A minha volta a escuridão era minha unica companheira. Gritava desesperado em busca de algo ou alguém. Diferente de antes minhas habilidades ali não funcionavam, mesmo vendado eu não sentia meus sentidos aprimorados. Eu estava perdido e não havia nada que eu pudesse fazer.

Fitei o impossível. A minha frente jazia o meu pior pesadelo, causado da pior dor em minha vida. Um Atropal. Não precisou de um ataque para relembrar a dor deste, ao fita-lo senti todo o meu corpo estremecer de dor, mas era diferente de antes. Antes eu sentia um final na dor, ali em seu mundo eu não conseguia sentir esse final, a dor continuava de forma aguda e permanente. Eu implorava pela morte mas esta não me alcançava. Era como se minhas feridas estivessem sendo tratadas para receber o dano novamente, era muita dor.

- Nêmesis me ajude por favor! - Gritei junto ao grito da dor.  


- O que foi? Não consegue me derrotar? - Ele perguntava.

- Como se já não estivesse feito isso antes! - Respondi tocando... Reparei em meu dedo e não havia anel para ser tocado. Estava indefeso. Naquele momento eu percebera que não havia nenhuma peça de roupa sobre meu corpo estava nu. - Eu morri!? - Perguntei-me.

Lembrei da luta anterior. Eu Lembrava-me de ter o derrotado, mas logo depois disso me vi caindo e apagando. Eu não tinha aguentado sua dor? Minha vida fora necessária para mata-lo? Mas e... Jason ! Ele não! Ele não podia ter morrido, ele tinha que estar bem! Era sua obrigação.

- Jason ! -


[...]

Ao reabrir meu olhos estava em uma cama. Reconheci de imediato o local. Era a enfermaria. - Estou vivo... - Deixei escapar por entre meus lábios.

Fitava o teto do local apreciando minha vida. Meu corpo ainda tremia devido ao pesadelo, mas pelo menos isso era algo. Algo que me dava a certeza de que estava vivo. Estava congelando, o lençol branco sobre mim não era o suficiente para aquecer-me. Ficando de lado na cama recolhi todo o lençol em minha volta tentando aquecer-me.

- Jason? - Perguntei com a voz fraca ao vê-lo ao meu lado. - Você está bem, que bom. - Tentei sorrir mas esse prazer me fora tirado por um momento de dor. - Estou com frio... - Finalizei abraçando-me.






How many of us must die For his justice !?
Progênie de Nêmesis
Progênie de Nêmesis
avatar
Ragnar S. Lothbrok
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Jason Owen McKnight em Sab Ago 22, 2015 12:46 am

And The Cats In The Cradle
Eu não queria deixar Ragnar sozinho com eles. Não mesmo, mas todos me obrigaram a deixar a enfermaria. Eu havia brigado com eles, estava assustado, cansado e irritado, e havia agredido pelo menos três deles antes de ser expulso. Finalmente ouvi o bom senso e fui conversar com Quíron. Depois de nossa conversa, ainda fui barrado algum tempo, mas algo não saia de minha mente: o grito agonizante de dor do loiro. Seu grito enchera meus ouvidos com pânico e medo do que fosse acontecer com ele, e a cada minuto que se passava, eu ficava mais apreensivo.

Quando me deixaram entrar – à mandado de Quíron –, sentei-me em uma cadeira ao seu lado e fiquei com ele o tempo todo. Minha mente me dizia para descansar, mas eu sabia que não era o certo. E as horas começaram a passar e pesar. Ele gritava de dor vez ou outra, e eu sentia um aperto no peito a cada grito dele. Claro que, além disso, havia o constrangimento de ele estar completamente nu.

Seus olhos se abrem e me encaram com dúvida, mas não deixo de sorrir ao vê-lo acordando. – Ragnar. Está tudo bem. Estamos bem. Você vai ficar melhor logo... – Eu não podia fazer nada para o frio, mas era bom tê-lo acordado. – Foi uma luta e tanto. Você se feriu gravemente.

Fiquei em silêncio repentinamente, sem saber se deveria ou não começar a falar sobre o beijo agora. Acho que ele percebeu isso...
YsoseriousM
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Jason Owen McKnight
Título : Novato

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Ragnar S. Lothbrok em Sab Ago 22, 2015 1:19 am


What Now?

O corpo do paciente estava queimando de febre. Ele mal conseguia ficar com os olhos abertos, a luta para mantê-los abertos era somente para ver seu "amigo", Jason. Ele vez ou outro se remexia na cama procurando a posição perfeita para o descanso, mas qualquer que fosse essa posição ele se sentia incompleto. Sua expressão era a junção de muitos sentimentos, ora era dor, ora era felicidade.

- Eu não sei quanto a isso, meu corpo não está se recuperando como... - Sua fala fora interrompida quando uma das suas feridas irrompeu em dor. Se agarrando ao lençol ele deixou o grito escapar por entre seus lábios. - Não se preocupe eu ficarei bem... - Sussurrou levando sua mão até a cabeceira ficando com a palma direita para cima. Seu corpo ainda estava fraco, fraco de mais para poder continuar seu movimento e entrelaçar sua mão á de Jason.

Ragnar teve sua mente invadida por lembranças, lembranças essas que vieram picadas. A primeira fora a do encontro com Jason, dois desconhecidos prontos a se aventurar em uma perigosa missão sem saber o que lhes aguardava. Essa memoria se apagou e a imagem do monstro tomou apareceu. Sua imagem fez com que o corpo do semideus se contraísse. Tal imagem explodiu em um pó dorado, pó que indicava sua vitoria. As lembranças a seguir o acertara em cheio. Ele não via a cena, pelo contrario ele sentia. Sua visão estava ofuscada por um breu enquanto seus lábios deliciavam um gosto específico. O gosto de Jason.

- No que você tanto pensa Jason? Por favor, fale alguma coisa, me faça pensar em algo que não seja a dor e naquele maldito monstro. - Disse quebrando o silêncio.

O companheiro de Ragnar estava calado, só ele sabia o que se passava em sua própria cabeça. Mas aquele não era o momento certo para pensar, e sim agir. Ragnar esperava por sua palavras de consolo e suas ações de carinho. Ele precisava disso.

- O que exatamente aconteceu depois que eu caí? Digo após derrotarmos o monstro. - Perguntou.






How many of us must die For his justice !?
Progênie de Nêmesis
Progênie de Nêmesis
avatar
Ragnar S. Lothbrok
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Jason Owen McKnight em Sab Ago 22, 2015 9:37 am

And The Cats In The Cradle
Sua dor era agonizante, eu podia ver, e isso estava me deixando mal. Será que não se recuperaria? Os curandeiros de Apolo podiam curar qualquer coisa, não é? Eu já vi acontecer. Aperto sua mão, tentando lhe reconfortar e passar confiança. Eu não sabia o que dizer. 500 anos de história e eu não sabia o que falar. Então ele me pergunta sobre a batalha. Eu estava ali para falar sobre aquilo com ele, mas não queria falar. Não queria estragar minha amizade com ele – se é que ela existia.

Engulo em seco, tentando sorrir para ele. – Não aconteceu muita coisa. Você caiu no chão e eu corri pra ajudar... Trouxe você pra cá e conversei com Quíron, mas... – Eu realmente precisava falar aquilo? Ele iria me odiar por abusar dele? – Ragnar, eu preciso te falar... Eu te beijei. É uma habilidade dos filhos de Afrodite, você tava morrendo e eu precisava tentar. O Beijo do Vampiro. Eu posso dar um pouco de energia para alguém beijando essa pessoa. Me desculpe, por favor!

Suas feições doloridas ainda eram belas, eu queria que ele não fosse tão bonito, assim eu não me sentiria tão culpado por tê-lo beijado. Droga. 500 anos vivendo, conhecendo o mundo e era justo aqui que eu encontrava alguém que me atraía? Isso era tão errado. Se fosse obra de minha mãe me culpando, eu ficaria muito irritado com ela.
YsoseriousM
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Jason Owen McKnight
Título : Novato

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Ragnar S. Lothbrok em Sab Ago 22, 2015 11:23 am

WHAT NOW?
As informações vieram aos poucos de Jason. Ragnar manteve seu olhar cansado sobre o outro esperando o termino dessas. O silêncio reinou na ala hospitalar novamente, Jason se fechara a novas informações como se tivesse medo de revela-las. O loiro sabia que algo havia acontecido após sua queda, ele sentira um gosto e um poder diferente. Gosto esse que viera de Jason. - Tudo Jason. - Pediu.

As palavras a seguir não deixaram o outro surpreso, pelo contrario, elas só afirmaram o que ele pensava ter acontecido. Ragnar recebeu a informação e fechou os olhos recordando as lembranças de tal acontecimento. Seu corpo jazia contra o solo frio do acampamento. A dor se espalhava constantemente sobre seu corpo, ela se iniciava em um ponto e se estendia por outro, até todo o seu corpo arder em dor. Ragnar já não tinha mais forças para continuar, mas não era preciso, a luta havia acabado, ele conseguira derrotar o monstro. Estava em paz consigo.  Mas havia uma unica pessoa que lhe prendia a aquele mundo. Jason. Um rapaz que conhecera a tão pouco tempo, mas que conseguira criar um laço permanente. Ele não conseguia ver o rosto do outro, mas conseguia senti-lo.

"Conseguimos! Eu e você derrotamos ele. " Palavras essas que só foram em pensamentos.

Jason se aproximara do outro caído em um movimento de desespero. Ele conhecia uma habilidade, porém essa estava além de suas capacidades, seria ele capaz de despertar esse poder para salvar Ragnar? Ele tentou. Os lábios dos dois semideuses se uniram. Ragnar correspondeu a esse movimento com um suspiro de alivio. Ele tentou responder ao beijo, mas as forças lhe faltaram. Pode apenas aproveitar o sabor e o poder que Jason o transmitia.

- Não precisa pedir desculpa. - Disse após um bom tempo em silêncio. - Você me salvou não foi? Estou aqui vivo por sua causa. Jason o acontecimento anterior nos unira para sempre, não sei o que irá acontecer a partir de hoje, mas quero dizer que sou eternamente grato. Devo minha vida a você. - Apertou-lhe a mão quando terminara de falar.

Os dois ficaram ali se olhando até que Ragnar quebrara o silêncio. - O beijo, só foi para me salvar... Ou teve outro significado? - Perguntara.

Ele esperava ansiosamente por essa resposta. Não sabia o que queria ouvir exatamente. Se sim, o que aconteceria? E se fosse não, como ele ficaria? Ragnar não era tolo para deixar perceber o que sentia. Sentimentos esses que nunca em sua vida havia sentido e por isso não sabia como lidar. Jason era diferente de tudo que já conhecera. Talvez fosse pelo fato de ser filho de Afrodite. Não, não era isso, ele conhecera outros filhos dessa mesma deusa, mas nenhum o atraia como Jason. Aquele prole era diferente.

- "Esse foi o equilíbrio que você encontrou mãe? Precisei sentir aquela dor para que esse sentimento florescesse?" - As palavras escaparam de sua boca. Palavras essas que deveriam ter sido enviadas somente em forma de pensamento.

Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade!



How many of us must die For his justice !?
Progênie de Nêmesis
Progênie de Nêmesis
avatar
Ragnar S. Lothbrok
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Jason Owen McKnight em Dom Ago 23, 2015 6:08 pm

And The Cats In The Cradle
Ouvia minhas palavras saindo com um tom amedrontado. Ao longo da vida, muitas coisas me deixaram assustado, mas meu pai sempre estava por perto para me ajudar com os problemas. Agora eu estava por conta própria. Meu pai podia estar no acampamento, mas ele não cuidava de mim aqui. Aliás, quando ele cuidava?

Não importava, o que importava agora era Ragnar. Se ele ficasse irritado comigo, eu nunca conseguiria me perdoar. Das mil coisas que eu poderia ter feito, escolhi beijá-lo. Agi por reflexo. Eu não pensei em outra coisa. Droga, mesmo depois de todo esse tempo e tanta gente que eu conhecia, eu ainda ficava preocupado com isso. Acho que nunca vou mudar.

Fecho os olhos, respirando profundamente, aguardando sua resposta. O silêncio é constrangedor, e desejo que ele fale algo, nem que comece a gritar comigo pelo que eu havia feito. Então ele falou. Suas palavras foram surpreendentes, e me deixaram um pouco envergonhado. Como se não bastasse, vem a pergunta que eu esperava nunca ser feita. Balanço a cabeça, apertando sua mão.

Você não me deve nada, de verdade. Eu não preciso que você conviva com essa dívida. Eu só fiz o que achei certo e... pelos deuses, queria não ter feito. – Sua pergunta fica martelando em minha mente, não quero responder. – Eu... não sei. Não vou mentir. Achei você muito bonito, mas eu não te conheço, então não posso dizer que foi “algo mais”. – A frase paira no ar por meio segundo, antes de eu completar, sem pensar no que estava falando. – Mas também não posso dizer que não foi.

Fico em silêncio algum tempo, tentando encontrar o que dizer. Eu realmente não queria que ele convivesse com o fardo de dever a vida a uma pessoa praticamente imortal, mesmo para um filho de Nêmesis, isso não era justo. Quando vou falar algo, ouço sua... prece? Eu fiquei completamente corado. De que sentimento ele estava falando?

Ragnar... – Pronuncio, baixo, sem saber o que dizer para completar a frase. Por que o loiro precisava falar por enigmas?
YsoseriousM
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Jason Owen McKnight
Título : Novato

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Ragnar S. Lothbrok em Dom Ago 23, 2015 8:41 pm

WHAT NOW?
Ambos beiravam um sentimento novo e inusitado. Respondiam as perguntas um do outro tentando esconder o que realmente sentiam. Ragnar com sua personalidade mais forte recebera as resposta do outro com certa frieza, ele não queria demonstrar que esperava mais dessas. Ele fitou Jason nos olhos buscando verdades nas palavras que o outro acabara de soltar. Ele deixou com que o silêncio fosse o único som dali. Até mesmo suas respirações estavam caladas, deixando apenas os sons de seus pensamentos em cada uma de suas cabeças.

- Com licença... Vim trocar os curativos. - Um homem dissera.

A porta se abrira e dela um enfermeiro surgiu. Em sua mão trazia panos brancos e um balde com água limpa. Ele dirigiu-se até perto da cama colocando o balde com água em cima do criado-mudo ao lado da cama. O enfermeiro segurou o lençol que cobria o corpo do paciente e o despiu até a metade de seu corpo, deixando seu peitoral musculoso exposto. Com delicadeza trocou os curativos, retirando o pano ensanguentado do seu corpo e colocando um pano novo e limpo. Quando sua pele fora exposta puderam ver a marca do golpe. Não era um corte de espada ou nada parecido, era um hematoma roxo que agora estava mais claro. A recuperação era lenta, porém no mais tardar o guerreiro sairia dali como vitorioso.

- Muito bem Ragnar, como pode perceber suas feridas estão curando, não darei nem uma noite para que você esteja totalmente curado. Mas para isso você precisa repousar. - Comunicou virando-se para Jason que observava tudo calado. - Ele fica. - Indagou o paciente decidido.

O enfermeiro não gostou nada daquilo, mas ao voltar sua atenção para o rosto de Ragnar, vira que não adiantaria contestar, Jason ficaria. Depois disso ele só verificara a febre que ele sentia pousando sua mão sobre a testa dele e depois saiu. Todos ali perceberam um sorriso no canto da boca do rapaz, antes de sair ele os vira de mãos dadas, o que o enfermeiro pensara?

- Desculpe por isso. - Disse Ragnar quebrando o constrangimento desvinculando suas mãos.

O loiro se deteve por um momento e então se remexeu na cama sentando-se e apoiando-se na cabeceira da cama. O lençol deslizou pelo seu corpo quando ele se movera, mantendo-se acima de sua cintura. Ele fitava a sua frente perdido em seus pensamentos.

- Então você se arrepende de ter feito o que fez? - Perguntou voltando sua atenção ao Jason.

Ele estava chateado, isso era visível. A resposta de Jason não lhe agradara nada. Ragnar teria feito o outro homem quebrar seus verdadeiros desejos? Como ele se sentia ao beijar outro homem? Mas seria por esse motivo que ele se arrependera? Se não, qual seria?

- Não tem como voltar no tempo e desfazer o feito. Mesmo que houvesse não haveria justiça nisso.   - Começou. - Sabe, eu não me arrependo de nada do que fiz, não me arrependo de ter sido ousado demais, e muito menos de ter gostado gostado do beijo. - Revelara. - Sim eu senti o beijo, eu queria ter respondido, mas não tive forças para tal. E posso dizer mais, o beijo fora minha ancora no momento decisivo, não sei o que teria acontecido se não fosse por ele. Você Jason, me dera um motivo pelo qual eu deveria lutar, um motivo para viver. - Ragnar terminara sua confissão fitando o colchão, pois mesmo que em seu rosto não demonstrasse vergonha, ele sentia.

- Me diga Jason, você filho de Afordite, a deusa do amor. Esses enfermeiros que cuidaram de mim não souberam responder o que eu tinha, souberam cuidar do meu corpo muito bem, mas meu psicológico? Nem um pouco. Eu estou me sentindo incompleto desde o acontecido. Sempre que estou sozinho, me perco pensando em você, em seu jeito e em seu grito ao me ver caído. Eu espero você vir ao meu encontro e presentear-me com seu beijo. Não sei explicar, o que está acontecendo comigo filho de Afrodite, só sei que eu preciso de você, de você perto de mim. - Ragnar já deixara sua posição na cama sentando-se a beira da cama a frente de Jason. - Me diga Jason, o que eu tenho? Esses sintomas são resultados de qual "doença"? - Ele segurava as mãos do outro suplicando por uma resposta.

Os olhos do justiceiro fitava a boca de Jason, ele se perdera na vontade de tê-la para si. Ele queria beija-lo mais uma vez, mas seria o certo fazê-lo? Ele lutara, como lutara. Seu corpo ansiava por um contato mas direto. Mas ele não tinha o direito, pelo menos antes de sentir esse mesmo desejo vindo do outro.

Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade!



How many of us must die For his justice !?
Progênie de Nêmesis
Progênie de Nêmesis
avatar
Ragnar S. Lothbrok
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Jason Owen McKnight em Ter Ago 25, 2015 9:45 am

And The Cats In The Cradle
Eu quase me permito rir ao ver a cara do curandeiro quando o loiro exige que eu fiquei, mas não parece apropriado para o momento. Estou pensando nas coisas, no que deveria fazer, dizer. Tento encontrar a resposta certa, mas eu não sei qual é a resposta certa. Ele era um filho da vingança, e isso me deixava um pouco inseguro sobre o que dizer para ele.

Foi errado. – Falo, por fim, em um quase sussurro. – Eu poderia ter feito outras coisas ao invés de te beijar. – Não consigo encará-lo, é muito vergonhoso. Meu pai sempre me falou de honra, que eu deveria mantê-la e merecê-la, mas eu não estava sendo honroso naquele momento.

Chamando minha atenção novamente, ele revela algo que havia me deixado ainda mais corado. Ele gostou? Era surreal, mas era o que eu tinha ouvido. Ragnar sentiu, gostou e tentou retribuir o beijo, mas não conseguira devido ao seu estado. Faço um “shhh”, pedindo silêncio. Não quero que ele continue falando sobre aquilo. Ele realmente teria correspondido o meu beijo, se pudesse? Deuses, como eu esperava que sim!

Penso sobre suas próximas palavras. Tudo tão confuso, não sei direito o que ele está falando. Preciso que ele diga tudo para conseguir entender. E quando entendo, quero não entender. Não sei o que é pior. Meu rosto vermelho como um pimentão ou minha vontade de calá-lo, selando nossos lábios uma vez mais. – Acho que você já sabe a resposta. – Respondo, depois de engolir em seco mais uma vez. – Se está perguntando pra mim, já sabe a resposta.

Suspiro uma vez, revirando os olhos. Não acredito que estou fazendo isso. – Meu pai vai me matar, mas eu não me importo. – Aproximo meu rosto do dele, fechando os olhos e alcançando seus lábios. O contato é quente, doce, suave. Sinto a pressão que meus lábios fazem sobre os dele, um pouco receoso, esperando que ele realmente me corresponda.
YsoseriousM
Progênie de Afrodite
Progênie de Afrodite
avatar
Jason Owen McKnight
Título : Novato

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Ragnar S. Lothbrok em Seg Ago 31, 2015 7:33 pm

WHAT NOW?
Dois homens desfrutavam um mesmo interesse e gosto, mas qual. deles cederiam primeiro? Porém ambos não sabiam se esse interesse era correspondido pelo outro. Ragnar estava a sua frente esperando pelas respostas do outro, a cada segundo que se passava ele sentia sua respiração ficar mais ofegante e acelerada. Estava ansioso e receoso.

As palavras a seguir não entraram em concesso na mente de Ragnar. Ele não entendera muito o por quê delas, mas nada disse. Jason fora o primeiro a se entregar.

De repente os dois estavam um contra o outro. Ragnar ficou parado num primeiro instante. Fato que era aquilo que ele queria, mas não imaginava que aconteceria dessa forma, tão rápida. Ele sentia os lábios de quentes de Jason contra os seus, o outro movimentava seus lábios de forma suave colocando pressão sobre os seus.

- Jason... - Disse ele afastando seus lábios.

"O que você está fazendo? É isso o que você quer não é? É! Mas não é certo!" Em sua mente uma luta começou, uma luta da sanidade contra o desejo, quem ganharia? O seu rosto corou, pois nesse meio tempo não soube o que dizer ou fazer, só ficou ali estático a poucos centímetros de Jason depois da sua separação. Ragnar conseguia sentir a respiração de Jason, o que lhe incomodara. Ela estava agitada. "Vamos! Eu quero isso!" Gritava em seus pensamentos.

A batalha fora vencida, mas não por sua sanidade ou desejo, mas sim pelo intruso, seus sentimentos. Era fato que um novo sentimento surgira dentro do guerreiro depois do acontecido, agora estava em suas mãos desenvolvê-los. Ragnar segurou firme a cintura do outro e o puxou da cadeira colocando-o ao seu lado na cama.

- Jason, eu quero isso. - Afirmara.

O beijo mais esperado viera a tona. Diferente do primeiro toque os lábios de Ragnar foram os que fizeram os movimentos apropriados, o beijo desse era mais veloz e ardente, ele segurava a nuca de Jason enquanto pressionava seus lábios contra o do outro. O abrir de seus lábios fizeram com que sua linguá penetrasse os lábios de Jason invadindo-o. Ele começou um dança com sua língua, este dançara por todo o local, provando o sabor máximo do outro. Apos conhecer por completo a boca do outro, ele soube a área mais especifica a qual deveria se ater. O beijo tomou uma velocidade mais lenta, a língua? Se ateve a acariciar e dançar junto a língua do outro.

De repente sua mente fora envolvido por uma lembrança, um toque. O prazer fora consumido pela dor. Ragnar se jogou para traz quando sentiu sua ferida arder, algo estava errado. Ao olhar para o local da dor percebera que não havia nada demais, jazia ali a marca de um ferida passada. A dor não parava, ele a sentia dentro de si.

Ragnar apoio suas mãos na cama e fechou os olhos deixando com que as lembranças o consumisse, junto a sua dor. A lembrança se deteve em uma imagem. A pura imagem do medo e do pavor. O maior trauma que o guerreiro já enfrentara, o Atropal. A certeza caiu sobre ele, ele sabia que a partir daquele dia nunca mais esqueceria o acontecido. Mas não era isso que o rebaixava, era o fato de que o maior sentimento em sua vida estava ligado a essa dor. O sentimento de ter Jason consigo. De um forma inexplicável, o beijo que antecedera o toque necrotizante se ligou a este. A dor estaria sempre acompanhada pelo beijo, pelo beijo de seu amado.

- Isso não é real... Não pode ser... - Ele sussurrou ao entender aquilo. Para tirar a prova ele voltou para os braços de Jason e o tomou em um beijo rápido. E como uma punhalada nas costas, sentiu a dor brotar. - Não acredito! - Gritou em meio a dor.

Estaria ele privado daquilo? Estaria ele disposto a enfrentar aquela dor para ter os lábios de Jason? Sim. Ele estaria.

Ele ficou em silêncio, não havia nada que devia ser dito. Certamente Jason já descobrira o que estava acontecendo, e Ragnar esperava com que suas palavras o reconfortasse de alguma maneira,
Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade!



How many of us must die For his justice !?
Progênie de Nêmesis
Progênie de Nêmesis
avatar
Ragnar S. Lothbrok
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
360/360  (360/360)
PM:
360/360  (360/360)
PR:
360/360  (360/360)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] What Now?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum