O Início

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Início

Mensagem por Jacob Scott Adams em Seg Maio 11, 2015 11:50 pm




O Início


Como de costume, todo verão desde treze anos ia a um acampamento de férias, o lugar era no meio de uma floresta e se chamava Lake park por possuir um enorme lago em seu centro, o verde tomava conta de tudo por lá, chalés de madeiras, fogueiras e atividades ao ar livre resumia aquele paraíso. Nos primeiros dois anos demorei para me acostumar com tudo aquilo mas depois já havia transformado ali minha segunda casa, eu amava aquele lugar e meus pais sabiam disso.

Quando completei dezessete minha mãe deixou claro que seria meu ultimo ano naquele acampamento  e aquela notícia me deixou realmente triste, - Por que mãe? A idade limite do acampamento é dezoito anos, eu ainda poderia passar mais uma férias por lá não acha? - Dizia com tom de tristeza, - Filho, precisamos nos mudar, seu pai arranjou um trabalho melhor em Dallas e é para lá que vamos - Disse minha mãe porém com um ar de preocupação em sua voz, como se alguma coisa lhe ameaçasse ou algo do tipo. Não entendia o por que da mudança, eu realmente amava San Diego e vivia ali a muito tempo, minhas amizades e relacionamentos iria perder tudo e não estava pronto para abrir mão de tantas coisas.

Quando chegamos ao acampamento me despedi de minha mãe e fui direto para meu chalé e nele vivia eu e apenas mais um amigo meu Charlie, tinha problemas com as penas e usava uma muleta, ele parecia ser mexicano ou algo do tipo mais sempre foi gente boa e nunca me decepcionou como amigo. - E ai Charlie meu brother, como você está? - Disse enquanto entrava no chalé e ia dar um abraço nele. - Você sabe né Jacob, na mesma vidinha de sempre cara - Respondeu ele retribuindo o abraço. Já era a tarde naquele dia e Charlie nunca gostou muito da noite no acampamento e eu nunca entendi o porque, pois ele não tinha medo de escuro e o acampamento nunca teve um ataque de animal antes.

De repente alguém bate na porta do chalé, nós já estávamos de pijamas, calça de moletom e blusa me manga comprida pois ali fazia muito frio, fui até a porta abri, Charlie ficou com um bastão de baseball em sua mão, quando olhei aquela cena eu comecei a rir e então abri a porta. - Jacoob!! - Dizia Joanna enquanto me abraçava, aquela garota com toda certeza mexia comigo, já havia tido outros relacionamentos mas nada se comparava com aquela menina doce e gentil, retribui o abraço com força e disse - Que saudade de você Jô -

Joanna havia dado uma escapada para ficar ali comigo e eu amava aquilo nela, Charlie foi dormir, e nós ficamos conversando a noite toda até que umas cinco da manhã ela resolveu ir embora. Antes de sair não podia deixar de agradecer aquela noite maravilhosa e quando ela estava saindo do quarto a puxei pelo braço e dei um beijo meio que de surpresa eu seus lábios, eu amava aquela garota e eu sabia disso não podia perder aquilo tudo por causa do trabalho do meu pai.

Os dias no acampamento foram passando, enquanto meu relacionamento com Joanna aumentava sua intensidade, chegou um certo ponto em que ficávamos juntos na frente de todos e ela sentia ciumes de mim e eu gostava daquilo. Treinava arco e flecha todo dia, eu com toda certeza era o melhor do acampamento, a maioria ali nem conseguia acertar o alvo mas eu tinha uma certa facilidade e lidava bem em disparar flechas.

Numa certa noite tive um pesadelo, onde um monstro com cabeça de touro esmagava Joanna com um soco, quando acordei Charlie estava me olhando e perguntou - Tudo bem Jacob, com o que você estava sonhando? - Perguntou ele. Contei meu sonho para ele que me olhou com certa preocupação eu ri e disse que era apenas um pesadelo e voltei a tentar a dormir.

Na minha penúltima noite no acampamento eu e Joanna resolvemos ficar juntos pela noite, pensava em alguma forma de não perder aquela garota quando as férias acabassem. Começamos a ouvir muitos pássaros voando das arvores, o que era estranho pois a noite eles deveriam estar dormindo, o chão por alguns segundos começou a tremer quando de repente aquela figura que aparecia em meu sonho estava vindo em nossa direção, sim um minotauro, fechei meus olhos para ver se acordava de algum tipo de pesadelo mais nada, aquilo realmente era real e nos acertou com seu braço me jogando metros a frente, Joanna caiu na beira do lago do lado do monstro que ao olhar a garota juntou seus dois braços e a esmagou.

Ela desapareceu, eu não conseguia assimilar aquela situação, até que Charlie apareceu com pernas de bode, para me deixar mais desnorteado ainda, - Bruno, fuja daqui - Dizia ele com uma espada na mão e um arco em suas costas. - Não, esse miserável matou a Joanna! - Respondi pegando o arco em suas costas, lágrimas escorreram de meus olhos por alguns segundos, mais a raiva tomou conta de meu corpo e Charlie foi para cima do monstro correndo, quer dizer trotando, enquanto eu disparava flechas em direção ao monstro.

As flechas batiam nas costas do monstro e mal o penetravam, Charlie desfiava alguns cortes no monstro mas também não parecia o suficiente para machucar a criatura. - Merda, Jacob temos que sair daqui - Gritava Charlie com um tom de medo. Estava tão cego de ódio que por um minuto esqueci que lutava contra um monstro gigante que logo acertou um golpe em Charlie o arremessando em minha direção, o choque foi de imediato, bati com a nuca no chão e fiquei desacordado por alguns minutos.

Primeiro minha audição voltou e conseguia ouvir minha mãe discutir com Charlie, ela dizia que não iria permitir que ele me levasse para o acampamento mas ele tentava explicar a ela que se eu não fosse ao acampamento eu iria morrer cedo ou tarde. Quando finalmente minha visão voltou estávamos em um carro, no carro de minha mãe, estava no banco de trás junto com Charlie, olhei para suas pernas e elas continuavam pernas de bode, não conseguia compreender aquilo.

- Jacob, você é um semideus, um filho de um Deus com um humano - Disse Charlie em tom sério, a única coisa que consegui dizer foi - Onde está a Joanna, Charlie ? - Ele abaixou a cabeça e com tristeza em sua voz respondeu - Está morta meu amigo, infelizmente ela está morta - Quando pude perceber havia desmaiado de novo.

Acordei em uma cama em um tipo de enfermaria, Charlie estava ao meu lado e continuava com as pernas de bode, - Onde eu estou Charlie? - Perguntei ainda confuso, - Você está no acampamento meio sangue, como eu disse antes, você é um meio sangue, filho de um Deus com um humano e agora sua vida mudará completamente e eu estou aqui para te ajudar. - Disse Charlie, comecei a assimilar toda aquela ideia só que Joanna não saia de minha cabeça se quer um segundo.


Observações:
*Essa história se passa antes da chegada de Jacob ao acampamento.
*O meio sangue possui tal facilidade com arco por ser filho de Apolo por isso antes de ir ao acampamento já tinha prática com a arma.
*Jacob não possuía nenhuma habilidade e nem equipamentos por não saber ainda que era um meio sangue.
*Espero que a história não tenha ficado muito melosa, pelo fato de Jacob conhecer Joanna a tanto tempo ele não conseguia aceitar o fato de sua morte.


Sun is my power.
Progênie de Apolo
Progênie de Apolo
avatar
Jacob Scott Adams
Título : Indefinido
Idade : 21

Ficha do personagem
PV:
345/380  (345/380)
PM:
340/380  (340/380)
PR:
335/380  (335/380)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Início

Mensagem por Eros em Ter Maio 12, 2015 1:17 am

Jacob Scott Adams

Apesar de ter achado a ideia interessante, senti que a missão foi rápida demais, muito curta e, ao mesmo tempo, teve uma introdução muito longa (sendo ela quase 2/3 do texto). Você cometeu vários errinhos bobos de português, que poderia ter evitado dando algumas revisões no texto, além de ter repetido em demasiado algumas expressões. Percebi que o texto foi bastante baseado na passagem do primeiro livro/filme da série, e, apesar de ter gostado da homenagem, fez parecer que não teve criatividade para montar uma situação diferente. Outro erro que se repetiu muito foram vírgulas. Elas apareceram em excesso em momento que não deveriam e em escassez onde precisavam estar, atente-se a isso.

Coerência Textual: 40/50
Coerência Missão: 48/50
Gramática/Português: 10/20
Enredo: 50/60
Objetividade: 18/20

Total: 166xp ou 1 nível e 66xp + 124 dracmas + +6 de Glória por concluir uma Trama Pessoal + +2 de Glória por concluir uma missão com sucesso.

Atualizado por Atena, tendo o tópico como bloqueado e movido para o de missões finalizadas.
Deuses
Deuses
avatar
Eros
Título : Deus do Amor
Fama : O Amor era o mais selvagem de todos os monstros.


Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum