[PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Éris em Ter Mar 10, 2015 6:15 pm

1. narração


Não bastasse toda a estranheza em que o acampamento estava emergido por conta daquela estiagem e suas conseqüências, Édouard, Arabella, Camille e Garrett viram-se em uma situação tão bizarra quanto.

Mais cedo naquele dia eles foram designados para fazer uma ronda na floresta à procura de plantas que não parecessem estar sucumbindo tão rápido à morte quanto os demais. Tudo ia muito bem, até que eles acabaram pisando em algo e no segundo seguinte só o que lembravam era escuridão.

Quando acordaram os quatro estavam amarrados, vestidos com roupas estranhas: uma espécie de toga em um tecido grosso como sacos de batatas e várias penas de aves cobrindo as vestes (Édouard com penas de águia, Arabella com penas de corvo, Camille com penas de urubu e Garrett com penas de cisne). Suas mãos e pernas estavam amarradas por uma corda bem firme, há frente deles – cerca de 2 metros – encontravam-se suas roupas e armas que haviam levado para a ronda.

Eles olharam ao redor notando que encontravam-se em uma espécie de gruta com pinturas vermelhas cobrindo as paredes e teto com desenhos estranhos e uma iluminação feita com tochas e pedras luminescentes. Ao longe, no fim do corredor à esquerda um som como o de tambor tocando pode ser ouvido pelos garotos, e em seguida gritos que misturavam-se ao batuque.

2. situação


Édouard
PV - 200/200
PR - 200/200
PM - 200/200
OBS.: -

Arabella
PV - 180/180
PR - 180/180
PM - 180/180
OBS.: -

Camille
PV - 160/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: -

Garrett
PV - 160/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: -


3. off-game


- Narrem tudo que eu citei, se quiser podem narrar algo antes. O post de vocês deve terminar com a tentativa de se soltarem. Não afirmem nada, meus amores mesmo que vocês tenham um poder de desintegração +8000.

- Cada um de vocês tem até quarta (11/03) às 23:59 para postar, mas espero que o façam antes.

- Não há ordem de postagem, mas aquele que não postar terá sua vez pulada e sofrerá punição.

- Todo poder passivo deve ser posto em spoiler no fim do post, sempre que entrarem em combate é permitido usar apenas 3 ativos por turno. Todas as armas que estão sendo carregadas devem ser citadas em spoiler no fim do primeiro post ou serão desconsideradas.

– Descontarei por offagem e certeza de acertos, amores, então cuidado com essas coisas.

- Boa sorte, dúvidas por MP ou contato pessoal (facebook/skype).

o
f
f
e
r
i
n
g


Última edição por Éris em Qui Mar 12, 2015 11:16 am, editado 5 vez(es)
Deuses
Deuses
avatar
Éris

Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Édouard Saint-Exupéry em Qua Mar 11, 2015 1:12 am



Everyday I'm shufflin...
...we gonna make you lose your mind.

Como agricultor, sou um ótimo playboy.

Sério, tanto na época que minha família viveu na França, quanto na época em que vivemos aqui nos Estados Unidos, nunca tive uma vida rural, sempre vivi em megalópoles. Embora o Acampamento tenha várias áreas rurais (campos de morango, florestas, lagos, etc) e tudo isso seja uma novidade para mim, até que consegui me adaptar bem. Minha pele se irrita facilmente no meio do mato, não sei nada de canoagem e costumo só diferenciar uma fruta de um legume quando esta vem em uma embalagem com letras bonitas descrevendo-a.

Desde cedo, designaram a mim (e mais um trio de campistas) a tarefa de coletar plantas na floresta. Aparentemente, cheguei em um péssimo momento no Acampamento, o lugar está passando por uma seca terrível. Disseram-me que aqui sempre foi um lugar de fartura, mas não consigo imaginá-lo assim. Nunca deixam eu repetir o meu almoço e quase nunca tenho sobremesa, algo que nunca faltou lá na minha casa. Todavia, o meado da adolescência costuma ser perigoso para um semideus, então, com poucas (ou nenhuma) refeições, tenho que ficar aqui.

A colheita – até o momento – tem sido um fracasso, pelo menos, da minha parte. Até encontrei algumas ervas e frutas, mas as cores estranhas que elas possuíam logo diziam que não era nada seguro leva-las para o Diretor do Acampamento. Além disso, sou péssimo para reconhecer plantas. Para mim, as diferenças entre uma couve e um punhado de grama são mínimas e exige muito de mim para identificá-las - Nossa, serrá que non tem um filho de um deus com mais habilidade parra isso? Me disserram que existe uma deusa da agricultura, hm? Por que os filhos delas non estão aqui fazendo isso? - indago ao grupo.

Fitando o céu, oh, o céu, ando distraído pelo lugar. Clichê, sim, eu sei, mas as nuvens, o ar e essa imensidão azul acima da minha cabeça se tornaram ainda mais admiráveis depois que fui reclamado. Então, quando piso em um punhado de ramos estranhos, ainda estou olhando para cima... O céu e tudo em minha volta escurece rápido. Muito rápido - Mas o que... - minha voz soa distante enquanto, literalmente, sou engolido pela escuridão.

[...]

Quando acordo, sinto uma dor terrível no corpo, como se eu tivesse dormido em uma posição desconfortável por vários dias. Abro os olhos lentamente, tentando ver o que acontece em minha volta. Vejo coisas estranhas - Uma... Armadilha? - indago num tom mais alto que o normal - tentando acordar quem ainda não tivesse acordado - aos outros garotos que estavam na floresta comigo. Todos nós, sem exceção, estamos amarrados, consigo ver umas tochas iluminando o lugar... Lugar que parece uma... Gruta? E, o que é isso? olho incrédulo paras penas agarradas no traje estranho que estou usando. Monstros fizeram isso conosco? Ouço um tambor de longe, mas ignoro-o por hora. Se isso é uma armadilha, temos que escapar.

Concentro-me nas tochas e me esforço, tentando convocar uma Corrente de Noto, o vento quente. Talvez, se eu tiver sorte, consigo combinar o vento quente com o fogo das tochas e... Queimar essas cordas que nos prendem? Se eu conseguisse fazer uma dessas tochas voarem para cá... Não sei se sou forte o suficiente para isso, mas tento. Fico tentando balançar meu corpo, tentando me soltar das cordas.

Poderes:
[Nível 04] Corrente de Noto – O filho de Éolo poderá invocar Noto, que lançará uma corrente de ar quente sobre os inimigos, podendo causar ardência por todo corpo.
Gasto: 20 PM.
Evolução: Irá causar queimaduras.
Itens:
• Cimitarra da Ventania [Bronze Celestial // Cimitarra forjada em bronze celestial que tem a habilidade de se disfarçar de um anel quando não está em uso. Sua lâmina é encantada com energia eólica, aumentando a precisão e potência do corte, tornando-a a mais afiada das armas dos semideuses. É capaz de rasgar armaduras como papel // Presente de reclamação de Éolo].

• Escudo Furacão [Bronze Celestial // Um escudo feito em bronze celestial que se transforma em uma pulseira quando não está sendo usado. É encantado com correntes de vento e uma vez a cada três turnos é capaz de desviar a trajetória de golpes e magias, a curta ou longa distância, que sejam lançados contra o semideus // Presente de reclamação de Éolo].

• Aurae [Filhote // Nível 01 // 100 PV // 100 PR // 0 L // Aurae é um espírito dos ventos e tempestades, aparência completamente fantasmagórica, não possui uma imagem fixa. // Voar, utiliza dois leques afiados para lutar  // Controla correntes de vento, tornando-as cortantes e atira em todos os inimigos a sua volta]



GREEN LANTERN DOESN'T CARE



Take it. Close your eyes. Go on.
Now, can you remember exactly how you felt that day?
That's how I feel when I'm flying.

SIM, LATERNA VERDE.
Lidem.


Progênie de Éolo
Progênie de Éolo
avatar
Édouard Saint-Exupéry
Título : Batata Frita
Idade : 19

Ficha do personagem
PV:
560/560  (560/560)
PM:
560/560  (560/560)
PR:
560/560  (560/560)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Convidado em Qua Mar 11, 2015 7:45 pm


Vamos a um ritual?
Com que roupa eu vou? Quem sabe uma toga feita de saco de batatas
O período de estiagem afetava cada vez mais o Acampamento Meio-Sangue, por todo lado era possível ver as plantas morrendo devido ao frio que sentiam. Na floresta não era diferente.

A casa Grande parecia escura e assustadora, nada calorosa, como os campistas mais antigos descreviam-na. Minhas mãos tremiam de nervosismo, talvez pelo que acabara de me acontecer. Eu acabara de ser reclamado pela deusa da justiça. Agora que o acontecera, parecia um fato banal, algo a ser descartado, não correspondia a certas expectativas que vinham crescendo dentro de mim. Bem, se eu fora reclamado, meu irmão Augustus também foi. Imagino como ele está se sentindo agora.

Quíron aparece em sua cadeira de rodas, a imagem pareceria engraçada se não fosse pelo fato de que com ele, vinham três semideuses, um deles, era Arabella. Sorrio e uma certa calmaria me atinge, como se nada tivesse acontecido.
- Com a estiagem, é preciso saber se algumas plantas ainda são resistentes a esse frio, quero que vocês façam uma ronda, e procurem qualquer planta, qualquer uma que ainda esteja sobrevivendo. – Assinto com a cabeça. Os outros assentem também, não os conhecia, um era loiro, baixinho e tinha uma cimitarra presa a cintura, a outra era alta, também loira, tinha um rosto belo, embora fosse como um triângulo de cabeça para baixo. Então, portando minhas armas, segui os três para a floresta;

✖ ✖ ✖

Meu estômago ronca, havia quase meio dia que eu não comia, era difícil sustentar o vegetarianismo com essa seca, a floresta não era tão acolhedora, mas naquele Acampamento, nada mais era acolhedor. Para ajudar, veio uma reclamação do baixinho, dizendo que os filhos de Deméter que que deveriam estar aqui.
- Eles estão tentando salvar o que restou da nossa comida orgânica, então se você puder se calar, eu agradeceria, acho que todos concordamos que não queremos atrair nada além de mosquitos. - Falo, rispidamente, talvez transmitindo uma convicção incomum.

Arabella parecia longe, examinava uma flor murcha entre seus dedos, eu, por minha vez, separei-me do grupo, passando por plantas em frangalhos, até que... Ao longe, avistei uma arvore que continuava com suas folhas verdes, e nela, haviam pontos vermelhos difíceis de distinguir. Corri em sua direção, poderia ser comida, comida que eu precisava. Cheguei bem na frente da árvore. Era uma macieira, com suas maçãs vermelhas como sangue. Estava para tocar o tronco quando a árvore sumiu, e reapareceu à quinze metros de mim. Volto a correr para ela, mas ela continua sumindo e reaparecendo. Paro para respirar. É uma alucinação. Aquela árvore não existe, estou assim por causa da fome.

Ao meu lado, um pé de menta quase murcho parecia sussurrar. Solto um grito grave e arranco algumas de suas folhas e as coloco na boca. Aquilo não é real. Tento me concentrar no verdadeiro motivo de estar ali. Quem estava comigo. Arabella. Duas outras pessoas. Recomponho-me. Aquilo não era pra mim. Começo a andar, o grupo não estava longe, ouço suas vozes claramente. Sigo o som até ver os loiros e Arabella, com seus cabelos pretos reluzindo à pouca luz que batia em nós. Ensaio um sorriso para eles, chego mais perto. Piso em algo. Só tenho tempo de pensar Merda... quando consigo ouvir algo cortando o ar. Apaguei.

✖ ✖ ✖

Acordo em um lugar escuro, sentindo um vento estranho vindo debaixo como se eu estivesse se... Oh não. Me vejo amarrado usando um saco de batatas cheio de penas brancas, torço o nariz, o cheiro do local era pútrido, e ao longe, algo gritava e batucava, como se estivesse praticando um ritual. Eu estava meio tonto e sentindo uma leve ardência no pescoço, talvez onde eu fui atingido pelo que nos apagou. Vejo que o garoto loiro já está acordado, e se balançando freneticamente.
- Ei. Para com isso, seu idiota. O que quer que esteja batucando e gritando, não é bom, então se você puder não fazer barulho, outra vez. – Minhas mãos estavam amarradas às costas, eu não tinha prática com nós, mas se conseguisse esticar a mão esquerda até achar um dos fios, eu poderia me soltar e soltar os outros.


Legendas:

Minhas falas
Pensamento
Falas do de outros
Poderes:

Por hora, nenhum
Arsenal:

• Espada [Bronze Celestial // Uma espada de bronze celestial que se torna um anel quando não está em uso. Sempre que receber dano direto do inimigo, ou seja, dano de um golpe físico, o seu próximo ataque com esta espada se tornará indefensável. É possível usar essa habilidade uma vez a cada três turnos // Presente de reclamação de Nêmesis].

• Couraça [Bronze Celestial // Uma couraça forjada em bronze celestial de coloração negra. Quando não está ativa se transforma em um casaco, disfarçando sua aparência. Enquanto está ativa, reflete metade do dano recebido contra o inimigo, mas apenas em casos de golpes físicos // Presente de reclamação de Nêmesis].]



ahebaha he be he



Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Camille Tissot em Qui Mar 12, 2015 1:43 am



Primeiros Passos



Enquanto caminhava pela floresta a jovem francesa praguejava em seu idioma natal para que não fosse notada. Gostava de algumas vezes se embrenhar nas florestas e recolher uma ou outra coisa que fosse de seu interesse, mas aquilo lá era ridículo. Estaria ela com cara de camponesa? Era pergunta que ecoava em sua mente todo tempo. Suas mãos habilmente recolhiam as amostras que eram necessárias, no entanto não era de se ignorar o fato que a seca estava castigando o local, mas não seria ela que resolveria tal problema. Não teria um Deus da chuva ou qualquer coisa parecida? As bochechas ficavam violentamente vermelhas a medida que o tempo passava, já podia sentir a fatiga castigando seu corpo enquanto executava sua tarefa, mas parar não era uma opção. Quanto mais rápido terminasse, mais rápido estaria em seu chalé.

A loira ignorava a presença dos demais, havia se limitado a uma polida saudação e nada mais, odiava ter que fazer as coisas em grupo, mas já que não teve escolha o melhor foi  ficar quieta em seu canto. Estava tão absorta em seus pensamentos, que nem percebeu quando algo estranho começava a acontecer, sentiu apenas um enorme peso em seu corpo e logo tudo se tornou escuridão. Um mal estar tomou conta de seu corpo, como se estivesse desmaiando, o que a fez ficar um pouco chocada antes que seus sentidos sumissem por completo mergulhando a garota em um mar de constante escuridão.

Não sabia dizer por quanto tempo havia ficado apagada, mas seus olhos mostraram-se resistentes a medida que abriam novamente. Sua cabeça doía como se tivesse passado a noite toda em alguma balada e tomado alguma bebida muito forte. Tentou mover-se, mas notou que algo a mantinha presa, algo estava a prendendo. Ela tentou respirar, mas até mesmo isso estava difícil, seu olhar dirigiu-se para baixo e só então notou as roupas que estava vestindo e quase teve um ataque ao notar a plumagem que cobria seu corpo. Não entendia o que estava se passando e acreditava que aquilo pudesse ser uma piada de mal gosto de algum campista veterano. A loira assoprou alguns fios de cabelo que caíam no rosto e notou que os dois garotos estavam também despertos.

Preferiu manter seu silêncio, não queria chamar a atenção deles para si e tornar aquilo em uma competição de achismo do que estava acontecendo. A semideusa fechou seus olhos e abaixou sua cabeça, precisava fazer algo ou pelo menos tentar. Concentrando-se para usar um dos dons de sua mãe a loira tentava descobrir quem poderia estar por ali, não sabia se iria funcionar, mas não custava tentar, queria acreditar fielmente que toda aquela situação não passava de um trote aplicado por algum campista brincalhão querendo tirar um sarro com a cara de um bando de novato. Por sorte havia levado os presentes que sua mãe havia lhe dado e poderia tentar se soltar usando a adaga, assim que conseguisse ter acesso a ela, não estava em posição impossível, porém bem trabalhosa para a jovem semideusa.


Poderes:
[Nível 03] Sentir Aura – Filhos de Hécate possuem a habilidade natural de sentir a aura de seres ou objetos em um raio de cinco metros por nível. Para isso, é necessário que o ser possua algum tipo de aura – mortais e alguns tipos de monstros não emitem nenhum poder mágico, de modo que é impossível rastreá-los. No caso de item, é necessário que este possua algum encantamento, o que o tornaria detectável. Para seres com metade ou menos do nível do usuário, é necessária concentração para que a aura possa ser detectada.


Armas:
• Punhal de Sacrifício [Ferro Estíge // Um punhal de sacrifício forjado em ferro estíge. Tem a habilidade de, uma vez por missão, ficar invisível ao mando do semideus, voltando a aparecer em um turno, ou, ao atingir a pele do inimigo. Não apenas isso, quando cravado contra o alvo, o paralisa por um turno inteiro // Presente de reclamação de Hécate].

• Colar da Magia [Ferro Estíge // Um colar mágico feito em ferro estíge. Quando está no pescoço da prole de Hécate diminui o gasto de PM de seus poderes pela metade, além de ter uma habilidade de curar 20 de PR por turno. Poderes que utilizem 100% de PM não são reduzidos. // Presente de reclamação de Hécate].


Camille Tissot
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah


Pour couvrir ton corps.

Progênie de Hécate
Progênie de Hécate
avatar
Camille Tissot
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
160/160  (160/160)
PM:
160/160  (160/160)
PR:
160/160  (160/160)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Éris em Qui Mar 12, 2015 11:17 am

1. narração


Édouard usou de seus dons para fazer um vento quente empurrar uma das tochas. O vento, porém além de acertar onde o rapaz mirava atingiu a garota que esta ao seu lado, Arabella, causando ardência nas costas da mesma, como uma queimadura muito leve de sol. Apesar disso a tocha caiu no chão, bem atrás do quarteto. As chamas começaram a se espalhar por conta do vento e pequenas fagulhas atingiam as penas de suas vestes, era uma questão de tempo até que alguém começasse a pegar fogo.

Garrett tentou desamarrar as mãos, mas não era uma tarefa fácil de se cumprir e logo ele falhou. Camille conseguiu sentir as auras do lugar, mas identificar o que seriam era mais complicado. Sua única certeza era que haviam 5 seres, um deles com uma aura diferente das demais. A garota tentou alcançar sua arma, apesar de conseguir puxá-la com o pé para perto de si ela não conseguiria encontrar uma posição para cortar suas próprias amarras.

O som de tambores tornou-se maior, tal como os gritos que soavam como gritos de guerra.

– Prepare a fogueira! – Um dos seres desconhecidos gritou ao longe. – Mande as "traças".

Devido a estiagem vários animais estavam passando fome e morrendo, mesmo os carnívoros viam-se em dificuldade já que suas presas começavam a diminuir consideravelmente. Alguns, animais e/ou monstros, eram forçados a mudar sua alimentação, seja por vontade de sobreviver ou por um meio externo, mágico no caso.

Atrás deles, onde achavam ser uma parede de pedra, pode ser ouvido engrenagens também e no segundo seguinte a parede abria-se completamente. À frente um espaço enorme e bem iluminado estava exposto. Estalactites brotavam do alto teto da gruta e ao redor celas estavam expostas. Um baque ecoou e uma parede surgiu na direção do corredor, sendo a única opção de saída a entrada naquela 'arena'.

– Aumente o fogo, irmão! – Gritou a mesma voz de antes e todos as chamas de todas as tochas do lugar aumentaram de tamanho... Inclusive aquela atrás dos semideuses.

2. situação


Édouard
PV - 200/200
PR - 200/200
PM - 180/200
OBS.: -20 PM (corrente de noto).

Arabella
PV - 178/180
PR - 180/180
PM - 180/180
OBS.: -2 de PV (queimadura leve) por não postagem. Não descontei -10 por conta da questão do hacker, por este motivo aliviei na punição.

Camille
PV - 160/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: Não descontei de atraso por conta da questão do hacker.

Garrett
PV - 160/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: -


3. off-game


- Só para esclarecer: a estiagem não é por conta de frio já que o calendário on game está em Agosto e neste mês no EUA é verão.

- Arrumem uma maneira de se soltarem eficaz antes que todos peguem fogo. Não dêem certeza sobre a soltura de vocês no entanto digam o que fariam em seguida caso consigam se soltar.

- Cada um de vocês tem até sexta (13/03) às 23:59 para postar, mas espero que o façam antes.

- Não há ordem de postagem, mas aquele que não postar terá sua vez pulada e sofrerá punição.

- Todo poder passivo deve ser posto em spoiler no fim do post, sempre que entrarem em combate é permitido usar apenas 3 ativos por turno. Todas as armas que estão sendo carregadas devem ser citadas em spoiler no fim do primeiro post ou serão desconsideradas.

– Descontarei por offagem e certeza de acertos, amores, então cuidado com essas coisas.

- Boa sorte, dúvidas por MP ou contato pessoal (facebook/skype).

o
f
f
e
r
i
n
g


"Pula. E pula. Cavalgando no pau." - LISPECTOR, Elvis
Deuses
Deuses
avatar
Éris

Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Margo Kravitz-Writeh em Qui Mar 12, 2015 8:29 pm




'Cause this is torturous
And this is dangerous 'Cause I want you so much But I hate your guts


O ardor em suas costas despertou-a do aparente adormecimento em que se encontrava. Um suspiro escapou dos lábios secos enquanto via a tocha cair no chão, ocasionando o estopim para que ela quisesse matar Édouard com suas próprias mãos. Infelizmente, seus braços e pernas ainda permaneceriam atados às costas, de modo que os movimentos fossem limitados. Arabella estava a ponto de lançar palavras mordazes ao filho de Éolo quando a chama advinda da tocha passou a lamber as penas provenientes da estranha toga que trajava.

Franzindo o cenho, percebera suas armas e roupas postadas à uma distância considerável, o que aumentava suas chances de não sair facilmente daquele aperto. Pelo canto dos olhos, fitou os companheiros de missão, que também tentavam encontrar uma forma de soltura, enquanto os gritos e tambores de origem desconhecidas tornavam-se mais intensos.

Por mais que soubesse que deveria manter a calma e usar da racionalidade naquela situação, não poderia deixar de sentir certa angústia por si e pelos aliados. Diferentemente do que ocorria nos treinos, naquele momento ela compreendeu que estava correndo perigo real. Logicamente, não gostaria de morrer tão cedo e tão jovem, sem aproveitar o futuro que estava por vir.

Todavia, sua repentina coragem pareceu sumir após ouvir uma voz que viera de algum ponto da caverna. A morena arregalou os olhos quando captou os sinais por detrás das palavras ditas. Eles seriam literalmente queimados.

Para sua desventura, logo após do pronunciamento do timbre desconhecido, um barulho estranho veio detrás de onde eles estavam amarrados. Pelo canto de olho, fitou calcários pontiagudos irrompidos da parte superior do teto, assim como celas depostas ao redor das substâncias sólidas. Por um instante, teve a impressão de que não via mais estalactites, mas sim algo que assemelhava-se a dentes, parecendo querer devorá-la. Um arrepio perpassou pelo corpo da semideusa quando o pensamento focou-se naquela similaridade.

Um novo som fora ouvido repentinamente, assustando a garota. Suspirando baixo, voltou seus olhos para a parede que despontou onde estava o corredor. Com certo temor, assimilou o que ocorrera. A única opção restante era livrar-se das cordas e ir em direção às rochas pontudas.

Então, a morena concentrara-se nas chamas que estavam depostas ali, incomodando-se com o aumento de temperatura causado pelas tochas. Movida pelo sentimento de sobrevivência que aflorou após a constatação de que estava sem saídas, tentou esticar as mãos em direção ao fogo, tomando o cuidado para manter a corda no foco. Embora soubesse que aquele ato era insano, ela não estava com tantas alternativas logo, mesmo que acabasse saindo ferida, sua prioridade estava em livrar-se dos nós para alcançar a liberdade de outrora.


ADENDOS:

Para resumir, a garota usou o fogo para tentar desamarrar-se das cordas, mesmo sabendo que estaria correndo risco de acabar se queimando novamente durante a tentativa.

ARMAS:

• Punhal de Sacrifício [Ferro Estíge // Um punhal de sacrifício forjado em ferro estíge. Tem a habilidade de, uma vez por missão, ficar invisível ao mando do semideus, voltando a aparecer em um turno, ou, ao atingir a pele do inimigo. Não apenas isso, quando cravado contra o alvo, o paralisa por um turno inteiro // Presente de reclamação de Hécate].

• Colar da Magia [Ferro Estíge // Um colar mágico feito em ferro estíge. Quando está no pescoço da prole de Hécate diminui o gasto de PM de seus poderes pela metade, além de ter uma habilidade de curar 20 de PR por turno. Poderes que utilizem 100% de PM não são reduzidos. // Presente de reclamação de Hécate].




Love to LCJUNIOR @ Caution 2.0
Não-Reclamados
Não-Reclamados
avatar
Margo Kravitz-Writeh

Ficha do personagem
PV:
120/120  (120/120)
PM:
120/120  (120/120)
PR:
120/120  (120/120)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Camille Tissot em Sex Mar 13, 2015 1:51 am



Primeiros Passos



Camille estava concentrada, apesar da situação tentava manter seu foco no que estava fazendo, precisava saber o máximo naquele momento para tentar pensar em alguma estratégia que fosse realmente efetiva naquele momento e a situação não estava nenhum um pouco a favor deles. Pôde sentir a presença de cinco seres, mas uma delas era algo gritante, algo que ela nunca havia sentido antes. Por alguns instantes tentou identificar o que poderia ser, mas quanto mais pensava, menos conseguia compreender o que seria. O som dos tambores estava ainda mais alto, era como se estivesse dentro do mesmo lugar que eles, os olhos claros da semideusa percorreram o local a procura de algo que pudesse lhe auxiliar, mas tudo que viu foram as chamas se espalharem por todo o lugar.

Sua vontade foi de matar quem quer que tivesse derrubado aquela tocha, mas não poderia desperdiçar um segundo se quer de seu precioso tempo para isso. Os gritos que vinham de fora aumentava e agora tinha certeza que situação poderia piorar e muito. Tinha que se soltar dali e ainda descobrir uma forma de escapar desses malucos. Sentiu suas coradas apertarem ainda mais e notou que era sua irmã tentando se soltar usando as chamas, o que poderia lhe causar graves ferimentos, mas as opções dela não estavam muito diferentes das dela. Em suas mãos ainda estava com sua adaga, se acabasse ferida, poderia tentar se curar posteriormente e muito provavelmente sua meia irmã também, teria que se arriscar se desejasse sair dali com vida. Novamente notou quando as chamas tornavam-se ainda maiores e assustadoras, o tempo estava contra ela e agora teria que tomar uma única decisão.

Respirou fundo como se procurasse coragem e de fato estava, puxou a adaga como pôde e como havia imaginado a lâmina cortava sua mão, mas não pararia era sua única chance de tentar escapar e quem sabe ajudar o outros a escapar também. Sentia a lâmina cortar sua pele as vezes, mas não iria parar, era isso ou morreria queimada de uma forma ou de outra . Sua mente tentava pensar em algo, porém todas as outras possibilidades pareciam impossíveis, se perguntava se aquilo já era o desespero dominando sua mente a medida que sentia o calor insuportável das chamas.

Armas:
• Punhal de Sacrifício [Ferro Estíge // Um punhal de sacrifício forjado em ferro estíge. Tem a habilidade de, uma vez por missão, ficar invisível ao mando do semideus, voltando a aparecer em um turno, ou, ao atingir a pele do inimigo. Não apenas isso, quando cravado contra o alvo, o paralisa por um turno inteiro // Presente de reclamação de Hécate].

• Colar da Magia [Ferro Estíge // Um colar mágico feito em ferro estíge. Quando está no pescoço da prole de Hécate diminui o gasto de PM de seus poderes pela metade, além de ter uma habilidade de curar 20 de PR por turno. Poderes que utilizem 100% de PM não são reduzidos. // Presente de reclamação de Hécate].


Camille Tissot
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah


Pour couvrir ton corps.

Progênie de Hécate
Progênie de Hécate
avatar
Camille Tissot
Título : Indefinido
Idade : 22

Ficha do personagem
PV:
160/160  (160/160)
PM:
160/160  (160/160)
PR:
160/160  (160/160)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Convidado em Sex Mar 13, 2015 10:56 pm


Vamos a um ritual?
Com que roupa eu vou? Quem sabe uma toga feita de saco de batatas
Viu que Arabella acordara, mas não se sentira bem em nada, ele os quatro morressem, ela o veria perecer nas mãos de quaisquer que sejam os seres do batuque.

Para ajudar, o garoto loiro criara uma fogueira, que provavelmente a havia queimado, bufei, faíscas caíram nas penas brancas que estavam grudadas ao saco de batatas, causando um arder, e logo chamas, entrei em estado de pânico. Joguei-me no chão e comecei a rolar, era óbvio que doía, mas aquela era minha única chance de apagar o fogo. Rolou de um lado para o outro, não prestando muito atenção ao redor, até que as vozes ficaram mais altas e o batuque havia parado. Arregalei os olhos, não conseguindo distinguir direito as formas devido a fumaça que subia.

✖ ✖ ✖

Confesso, tive certo medo, vi que Arabella já movia-se com destreza, tentando soltar suas cordas com o fogo, recompus-me, e fiz o mesmo, esticando o máximo possível as cordas para que o mínimo de fogo me tocasse. As cordas estavam muito bem amarradas, com diversos nós, suspirei, demorava certo tempo, mas como os outros, queria manter-se vivo.

O fogo machucava-me, mas eu, de certa forma, ignorava essa dor, eu era jovem, ainda tinha muito o que viver, e, acabara de ser reclamado pela deusa da justiça e da vingança, parecia ser um bom sinal.

✖ ✖ ✖

Seus pensamentos estavam embaralhados enquanto o fogo engolia as chamas e machucava suas mãos.

Um dos indivíduos gritou para o outro aumentar o fogo, então, aquilo virou um pandemônio, o fogo aumentara, e estalactites com celas desceram do teto. Respirei fundo, contando até dez. A justiça, ela aconteceria. Esperei.

As cordas ainda me prendiam quando a porta abriu, revelando um grande salão, parecia ser a única escapatória. Concentrei-me em fazer com que as cordas queimassem, agitando-as no fogo. O suor escorria-me pela testa, fungava toda hora pelo nariz, a fumaça causava uma irritação horrível. Continuei então a fazer com que as malditas cordas queimassem.

Legendas:

Minhas falas
Pensamento
Falas do de outros
Poderes:

Por hora, nenhum
Arsenal:

• Espada [Bronze Celestial // Uma espada de bronze celestial que se torna um anel quando não está em uso. Sempre que receber dano direto do inimigo, ou seja, dano de um golpe físico, o seu próximo ataque com esta espada se tornará indefensável. É possível usar essa habilidade uma vez a cada três turnos // Presente de reclamação de Nêmesis].

• Couraça [Bronze Celestial // Uma couraça forjada em bronze celestial de coloração negra. Quando não está ativa se transforma em um casaco, disfarçando sua aparência. Enquanto está ativa, reflete metade do dano recebido contra o inimigo, mas apenas em casos de golpes físicos // Presente de reclamação de Nêmesis].]



ahebaha he be he



Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Édouard Saint-Exupéry em Sab Mar 14, 2015 9:31 am



Everyday I'm shufflin...
...we gonna make you lose your mind.

Tsk. Como se o barulho que eu fizesse importasse.

Enquanto meus irmãos conseguem voar, fazer manobras e controlar o ar com eficácia, eu não consigo nem acertar a tocha no lugar certo. E, além disso, pela expressão de dor, parece que o meu ar quente acertou até uma das garotas de Hécate. Forço para tentar sair, quando ouço o barulho de tambores ficarem ainda mais alto e alguém gritar, pedindo para a fogueira ser preparada. O lugar começa a se modificar, revelando a saída do recinto, mas... Do que adianta? Se eu não conseguir me soltar, de nada adianta.

E as garotas? Será que nenhuma delas conhece algum tipo de magia que transfigure essas cordas em... Hmm... Marshmallows? Nossa, e com esse fogo, como cairia bem um punhado de Marshmallows... Que fom... Ok, ok, foco na missão. Meu ascendente divino, Éolo, não é conhecido por ser um bom estrategista, muito menos um sábio. Lembro-me do mito de Odisseu, meu pai prendeu três dos quatro ventos em uma bolsa, visando ajudá-lo. Porém, os homens de Odisseu abriram a bolsa de couro no momento errado, pensando que Odisseu, o chefe da embarcação, estaria escondendo tesouros deles. Resultado? Os ventos levaram o navio para longe, muito longe de Ítaca, a cidade que tentavam regressar.

Nota mental: escolha com sabedoria o momento certo de invocar seus ventos.

Depois de mais um grito, as chamas da gruta se intensificaram. Todas elas, inclusive a que caiu perto de nós. Embora seja perturbador e perigoso, talvez isso possa nos favorecer. Tento aproximar as cordas do fogo, tentando colocá-las em evidência e não tanto a minha própria pele. Caso eu consiga queimar as cordas, meu primeiro ato seria dar um fim aos resquícios de fogo rolando no chão distante das tochas, soltaria os outros e, se possível, tentaria pegar nossos equipamentos.


Itens:
• Cimitarra da Ventania [Bronze Celestial // Cimitarra forjada em bronze celestial que tem a habilidade de se disfarçar de um anel quando não está em uso. Sua lâmina é encantada com energia eólica, aumentando a precisão e potência do corte, tornando-a a mais afiada das armas dos semideuses. É capaz de rasgar armaduras como papel // Presente de reclamação de Éolo].

• Escudo Furacão [Bronze Celestial // Um escudo feito em bronze celestial que se transforma em uma pulseira quando não está sendo usado. É encantado com correntes de vento e uma vez a cada três turnos é capaz de desviar a trajetória de golpes e magias, a curta ou longa distância, que sejam lançados contra o semideus // Presente de reclamação de Éolo].




GREEN LANTERN DOESN'T CARE



Take it. Close your eyes. Go on.
Now, can you remember exactly how you felt that day?
That's how I feel when I'm flying.

SIM, LATERNA VERDE.
Lidem.


Progênie de Éolo
Progênie de Éolo
avatar
Édouard Saint-Exupéry
Título : Batata Frita
Idade : 19

Ficha do personagem
PV:
560/560  (560/560)
PM:
560/560  (560/560)
PR:
560/560  (560/560)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Éris em Dom Mar 15, 2015 7:06 pm

1. narração


Aparentemente todos acharam que seria uma idéia boa se soltarem pelo fogo, com exceção de Camille que tentava soltar-se com o seu punhal. Apesar de não serem amigos ou coisa do tipo os semideuses poderiam ter saído daquela situação muito facilmente se considerassem o trabalho em equipe, infelizmente não foi o caso.

Édouard foi o primeiro a se soltar das amarras, com queimaduras leves no pulso e mãos, qual como os outros dois que soltavam-se pelo fogo, ele se livrou das cordas, apagou o fogo que chamuscava suas vestes e soltou os demais.

Eles ouviram o som de engrenagens novamente, e uma das celas que rodeavam a "arena" abriu-se. Um ser que assimilava-se à uma aranha humanóide (clique) saiu da cela armado de dois machados de pedra, logo atrás dele outro saia correndo. Os dois pararam no centro da arena até verem os quatro semideuses ainda dentro da cela de pedra, então correram até lá prontos para matá-los.

O primeiro monstro lançou uma teia na direção dos semideuses, a qual poderia cobrir a cela toda e prende-los ali caso não agissem rapidamente.

2. situação


Édouard
PV - 185/200
PR - 200/200
PM - 180/200
OBS.: -20 PM (corrente de noto). | -15 PV queimaduras.

Arabella
PV - 158/180
PR - 180/180
PM - 180/180
OBS.: -2 de PV (queimadura leve) por não postagem. Não descontei -10 por conta da questão do hacker, por este motivo aliviei na punição. | -20PV queimaduras.

Camille
PV - 140/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: Não descontei de atraso por conta da questão do hacker. | -20 PV cortes

Garrett
PV - 140/160
PR - 160/160
PM - 160/160
OBS.: -20 PV queimaduras.


3. off-game


- Trabalho em equipe, cade? q

- Édouard foi o único que descreveu o que faria se conseguisse se soltar (um dos tópicos que pedi para apontarem no post anterior), então ele foi o único que considerei a soltura.

- Cada um de vocês tem até segunda (16/03) às 23:59 para postar, mas espero que o façam antes.

- Não há ordem de postagem, mas aquele que não postar terá sua vez pulada e sofrerá punição.

- Todo poder passivo deve ser posto em spoiler no fim do post, sempre que entrarem em combate é permitido usar apenas 3 ativos por turno. Todas as armas que estão sendo carregadas devem ser citadas em spoiler no fim do primeiro post ou serão desconsideradas.

– Descontarei por offagem e certeza de acertos, amores, então cuidado com essas coisas.

- Boa sorte, dúvidas por MP ou contato pessoal (facebook/skype).

o
f
f
e
r
i
n
g
Deuses
Deuses
avatar
Éris

Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Convidado em Seg Mar 16, 2015 2:28 am


Vamos a um ritual?
Com que roupa eu vou? Quem sabe uma toga feita de saco de batatas
Ao me ver solto graças ao garoto loiro, sorrio de forma gratificada, levantando-me e batendo a mão nas vestes, para que parasse de queimar. Corri em direção das minhas coisas, colocando rapidamente minha calça jeans e tirando aquele saco de batatas empenado, e colocando minha camiseta cinza, com a jaqueta de futebol logo em cima. Ela não era uma jaqueta de futebol de verdade, era apenas uma couraça que eu ganhara de minha mãe no dia em que ela me reclamou, ou seja, hoje.

Não houve tempo de colocar os tênis, apenas recolhi minha espada que estava jogada no chão e preparei-me para qualquer coisa que viesse. Respirei fundo, talvez aquilo acabasse logo, tinha que acabar logo. Eu ainda tinha que viver para muita coisa, sabe, não era justo com nós, quatro semideuses que acabaram de ser reclamados serem mortos assim, como se fossem um grande monte de nada. Suspirei, e imaginei a jaqueta transformando-se em couraça de volta, porque meus instintos me diziam que eu ia precisar usar naquele momento.

Eu estava certo.

Uma das celas se abriu, e um monstro esquisito, parecia uma aranha, mas andava sobre seis pernas, pois as outras se ocupavam de segurar dois machados rústicos que pareciam ser feitos de pedra. Ela estava parada no centro daquela arena, como se esperasse algo. Logo, outra exatamente igual saiu da cela, murmurei um palavrão, enquanto chamava a atenção dos outros sobre os dois monstros.
- Ei… gente… olhem lá na arena. – Apontei com a mão direita, pois a esquerda ocupava-se de segurar a espada.

A aranha humanoide que saiu primeiro nos avistou, fiz uma careta e baixei os ombros, mas logo fiquei em posição de ataque. Uma coisa branca saiu da aranha, com certeza era uma teia. Eu deveria impedir aquilo. Corri na direção da substância que o monstro lançara, se eu cortasse-a antes que chegasse à cela, poderia dar tempo dos outros se armarem. Comecei a correr rapidamente, e quando cheguei perto o bastante da coisa que se movia rápido em nossa direção, pulei, não sei o quão alto, mas tentei baixar a espada na teia, se eu conseguisse o que queria, cortaria a mesma antes que envolvesse toda a cela.


Observações básicas sobre o post:

- Garrett é canhoto.
Legendas:

Minhas falas
Pensamento
Falas do de outros
Poderes:

[Nível 01] Aura Neutra - Os filhos de Nêmesis não possuem uma manifestação de aura própria, porém, em um raio de 500m, as auras dos inimigos terão certa falha, não surtindo o exato efeito desejado.

[Nível 01] Aura Neutra - Os filhos de Nêmesis não possuem uma manifestação de aura própria, porém, em um raio de 500m, as auras dos inimigos terão certa falha, não surtindo o exato efeito desejado.
Arsenal:

• Espada [Bronze Celestial // Uma espada de bronze celestial que se torna um anel quando não está em uso. Sempre que receber dano direto do inimigo, ou seja, dano de um golpe físico, o seu próximo ataque com esta espada se tornará indefensável. É possível usar essa habilidade uma vez a cada três turnos // Presente de reclamação de Nêmesis].

• Couraça [Bronze Celestial // Uma couraça forjada em bronze celestial de coloração negra. Quando não está ativa se transforma em um casaco, disfarçando sua aparência. Enquanto está ativa, reflete metade do dano recebido contra o inimigo, mas apenas em casos de golpes físicos // Presente de reclamação de Nêmesis].]



ahebaha he be he



Convidado

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Édouard Saint-Exupéry em Seg Mar 16, 2015 5:38 pm



Everyday I'm shufflin...
...we gonna make you lose your mind.

Assim como Garrett, corri para tentar colocar minhas roupas. Coloquei minha calça, arranquei aquela toga maldita e vesti minha camisa. Já as outras peças... Vestiria em outra oportunidade. Precisava montar guarda enquanto os outros se equipavam. Fiz questão de ficar na frente dos outros, com minha arma e escudo prontos para serem usados – um em cada braço - Que barrulho é esse? - digo quando ouço uns sons estranhos. Esperei que mais uma parede abrisse, revelando mais uma passagem, mas não foi bem isso que aconteceu. De outras celas saiu um par de monstros. Devido à distância e iluminação, não consegui reconhecer bem. Segui o conselho que o Garrett me deu quando tínhamos acabado de acordar: não fazer barulho.

Mas, claro, independente do barulho, monstros possuem naturalmente um bom faro para semideuses, é claro que ele nos localizariam. Eles são feitos para isso. No primeiro momento, não consigo identificá-los. E no segundo também não. Nem quando eles se aproximaram da gente. Todo meu conhecimento sobre o bestiário grego se resume às criaturas que vivem no Acampamento junto com nós, campistas. Essa duplinha aí eu nunca vi andando por lá. Então analiso o pouco que dá para ser analisado: a cara delas parece com uma aranha, com presas gigantes e tudo mais e há um par de machados, um em cada mão... Ou seria pata? Argh, dane-se.

A criatura abre as presas e se prepara para o ataque. Uma coisa branca gosmenta sai da sua boca e vem expandindo, em nossa direção. Pelos sons que o garoto, posso afirmar que ele vai tentar interceptar a teia ou cortá-la. E a minha arma é feita especialmente para isso. Enquanto o Garrett avança, tento fazer um corte em forma de arco, bradando a espada, tentando ameaçá-las. Quando ele se aproxima o suficiente das criaturas, temo pela sua segurança.

Será que consigo ser rápido o suficiente? Preparo meu escudo, tento correr até a frente do Garrett, proteger nossos corpos com meu escudo e ativar a habilidade especial que ele tem: mudar a trajetória de objetos e magias lançados contra mim. Com um pouco de concentração, talvez consigo repelir as teias de volta para as formigas mutantes.


Poderes:
[Nível 06] Veloz - Éolo é o senhor dos ventos. Sendo assim, você agora tem a capacidade de ser mais rápido e ágil do que o comum, equiparando-se aos semideuses velocistas. A agilidade corporal também conta, dando-lhe um pouco de mais velocidade em seus ataques. (Passivo)

E utilizei também a habilidade especial do escudo

Itens:
• Cimitarra da Ventania [Bronze Celestial // Cimitarra forjada em bronze celestial que tem a habilidade de se disfarçar de um anel quando não está em uso. Sua lâmina é encantada com energia eólica, aumentando a precisão e potência do corte, tornando-a a mais afiada das armas dos semideuses. É capaz de rasgar armaduras como papel // Presente de reclamação de Éolo].

• Escudo Furacão [Bronze Celestial // Um escudo feito em bronze celestial que se transforma em uma pulseira quando não está sendo usado. É encantado com correntes de vento e uma vez a cada três turnos é capaz de desviar a trajetória de golpes e magias, a curta ou longa distância, que sejam lançados contra o semideus // Presente de reclamação de Éolo].



GREEN LANTERN DOESN'T CARE



Take it. Close your eyes. Go on.
Now, can you remember exactly how you felt that day?
That's how I feel when I'm flying.

SIM, LATERNA VERDE.
Lidem.


Progênie de Éolo
Progênie de Éolo
avatar
Édouard Saint-Exupéry
Título : Batata Frita
Idade : 19

Ficha do personagem
PV:
560/560  (560/560)
PM:
560/560  (560/560)
PR:
560/560  (560/560)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Caos em Sex Mar 20, 2015 12:50 am

1. avaliação


Já que a galerê abandonou o jovem alone aqui, eu vou ter que fechar o tópico e avaliar os 3 posts dele individualmente. A avaliação funcionará da seguinte forma: cada post será avaliado individualmente, valendo 100 pontos cada um. "Ah tio Caos, mas aí soma 300, não 400", sim e por isso o primeiro post valerá por dois, ou seja, o primeiro post valerá 200 xp e os outros 100. Então é isso aí, be happy.

1º post: 150/200
2º post: 68 /100
3º post: 82/100
-----------------
Total: 300 de XP, ou, 3 níveis.

s
h
i
t
Deuses
Deuses
avatar
Caos

Ficha do personagem
PV:
100/100  (100/100)
PM:
100/100  (100/100)
PR:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [PRIMEIROS PASSOS] Oferendas da Semana (12/08)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum